Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Pessoas e Amizades de Macau PDF Imprimir



2013 -04 -29 [Voltar]
Chefes de cozinha e pastelaria empenhados em criar "sabores de Macau"

O desenvolvimento da indústria turística de Macau nos últimos anos impulsionou a subida do nível da indústria de restauração, e a gastronomia é já motivo de atracção da cidade. Dois chefes de Macau sonham agora elevar a cozinha local a um novo patamar: treinar chefes "made in Macau", mostrar que a cidade tem capacidade para treinar chefes locais de qualidade e dar a provar aos visitantes os verdadeiros sabores locais.

Che Hoi San, é o exemplo perfeito dos resultados acima da média que se conseguem atingir graças à devoção total de tempo e esforço. O chefe executivo do Future Bright Club entrou cedo na carreira de cozinheiro de comida chinesa. Recordando agora os primeiros tempos como aprendiz de cozinha, assinala que passados apenas três anos, com 18 anos, já tinha sido promovido de ajudante a responsável por corte de comida, numa rápida ascensão para os padrões de progressão na profissão em cozinha chinesa. Entretanto, já lá vão mais de 20 anos de experiência, esforço e dedicação.

Recordando quando entrou na carreira como aprendiz de cozinha, a aprender o abc da arte e corte da cozinha chinesa, passados três anos, com 18 anos, foi promovido de ajudante a responsável por corte, numa rápida ascensão para os padrões de progressão de carreira em cozinha chinesa, desde então continuou a trabalhar no meio da cozinha chinesa, já lá vão mais de 20 anos. Uma experiência acumulada graças a grande esforço e dedicação.

Apaixonado pela profissão que trilhou, inspira-se também fora das horas de trabalho, gosta de visitar os mercados em Macau e quando viaja, e organiza "excursões de viagem gastronómicas" com os colegas. Para confeccionar pratos de comida chinesa criativos que pertençam a Macau, calcorreia o Interior da China e o Sudeste Asiático e recolhe ensinamentos e ingredientes de todas as fontes. O seu próximo desafio é ajudar a formar as gerações mais novas.

Nos últimos anos, o chefe Che encontrou uma forma de atrair e treinar sangue novo, e aumentar o espírito de equipa: através da participação em concursos internacionais. Ele e a sua equipa já foram premiados em concursos internacionais de cozinha chinesa, e em cada edição voltam para casa com uma mão cheia de experiências. Che diz que esta é uma boa altura para entrar na carreira de chefe, porque o sector abunda de oportunidades e o lugar de chefe é muito valorizado.

Jeffrey Lao, com apenas 25 anos é já um chefe e formador de pastelaria ocidental com provas dadas. Descobriu a sua apetência pela arte da pastelaria no estágio do curso de Gestão Hoteleira do Instituto de Formação Turística (IFT), e decidiu que esse seria o seu caminho. Acolheu sem reservas o trabalho exigente e extenuante de cozinha, porque diz que faz parte do processo da sua busca pela perfeição. Já chegou a despender meio ano de prática para alcançar a qualidade certa na confecção de doces de estilo francês Macaron. Esta determinação, diz Lao, não é exclusiva daqueles que trabalham em cozinha, deve ser uma qualidade de todos aqueles que querem concretizar um sonho.

O chefe pasteleiro diz ser provavelmente um dos primeiros chefes de pastelaria ocidental "Made in Macau", e lamenta ver pouca gente local a entrar na carreira, e que grande parte dos talentos da restauração local tenha de vir de fora. Esse foi o grande motivo que o fez, há meio ano atrás, assumir um novo papel: o de formador de pastelaria e padaria no IFT, para dar o seu contributo na formação de chefes locais de cozinha e pastelaria ocidental.

Aqueles que quiserem seguir a carreira de cozinheiros e pasteleiros têm hoje ao seu alcance boas condições, uma vez que o curso de Gestão de Artes Culinárias do IFT é bastante completo, refere Lao, acrescentando que os aspirantes a chefes de cozinha e pastelaria de Macau já não têm de ir para fora para receber formação de qualidade, como anteriormente, facto que atrairá mais jovens locais a enveredar pela carreira.



Outros testemunhos:
ICM IAS DSEJ SSM ID