Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

Introdução ao Turismo de Negócios de Macau



Macau é um dos mais recentes e emocionantes destinos da Ásia para o Turismo de Negócios. Graças ao próspero desenvolvimento de infra-estruturas próprias, a um ritmo sem precedentes, a cidade tornou-se num destino regional atractivo para o segmento do turismo de negócios.

Macau é uma cidade de grandes contrastes, com uma identidade histórico-cultural única, geograficamente distribuída por uma área de 31.3 km², e que possui o maior centro de convenções e exposições da região; é uma cidade com uma herança cultural enorme, oferecendo vistas panorâmicas modernas e magníficas; uma cidade que combina as ricas tradições Chinesa e Portuguesa que se reflectem no estilo de vida, na gastronomia, nos restaurantes, na arquitectura e nas festividades.

Nos últimos anos, Macau diversificou as suas ofertas e incentivos a visitantes e turistas em negócios, com destaque para as lojas de marcas, hotéis e resorts de luxo, como também na área da restauração e na área de diversão e entretenimento.

O território é um destino ideal para o Turismo de Incentivo; um lugar para o turista relaxar num Spa ou num Resort de luxo, passear e divertir-se numa actividade de aventura, ou mesmo participar num programa desafiante de Team Building.

Quartos de hotel

Actualmente existem, em Macau, 73 estabelecimentos hoteleiros, com um total de 29,725 quartos, que variam entre Hotéis de Luxo de 5 Estrelas a 2 Estrelas. Com a conclusão de 3 novos hotéis, dentro deste ano, haverá cerca de 6,300 novos quartos disponíveis no mercado.

Diversas Actividades de Entretenimento

Macau é uma cidade em pleno movimento, mas que nunca perde a sua característica única de fusão das culturas Europeia e Chinesa, que evoluíram ao longo dos quatro séculos. A arquitectura, os rituais religiosos, os costumes e a gastronomia reflectem a herança cultural única de Macau. Além disso, o seu Centro Histórico com os seus 25 monumentos foi incluído, pela UNESCO, na sua lista de Património Mundial.

Ao longo dos séculos, Macau foi criando a sua própria culinária, que combina elementos da gastronomia portuguesa, africana, do sudeste asiático e chinesa, conhecida por Cozinha Macaense. Depois de ser apreciada pela população local durante décadas, começou a ganhar reconhecimento internacional. Nos últimos anos, Macau tem-se reafirmado como um dos destinos culinários mundiais, na sequência de um aumento do número de restaurantes de qualidade e de renome internacional, bem como de chefes famosos que têm ajudado a elevar a fama da gastronomia de Macau.

Macau, é uma cidade óptima para compras, onde se pode encontrar quase todo o género de coisas, desde boutiques de pronto-a-vestir que vendem reconhecidas marcas internacionais, comércio a retalho de marcas luxuosas, lojas de antiguidade e velharias chinesas, até a “feiras da ladra”, que certamente vão ao encontro das necessidades do consumidor.   Os visitantes e turistas podem ainda assistir ao famoso espectáculo de entretenimento “The House of Dancing Water”, um magnífico bailado na água em exibição no City of Dreams, concebido e dirigido pelo maior produtor mundial deste género de espectáculos Franco Dragone.  Os visitantes mais ousados podem experimentar o Sky Jump ou o SkyWalk do alto da Torre de Macau com 338 metros de altura. Os turistas podem ainda desfrutar de um tratamento na TAIVEXMALO Day Hospital & Spa, o maior Spa Médico do mundo.

Acessibilidade

A boa localização das instalações destinadas às reuniões e convenções faz de Macau uma cidade muito apropriada para o Turismo de Negócios. A ligação entre Macau e o Exterior pode ser feita de três formas: por via terrestre através da fronteira localizada nas Portas do Cerco ou pelo Posto Fronteiriço do Cotai, a partir do Aeroporto Internacional de Macau, que fica na Ilha da Taipa e apenas a 15 minutos dos principais hotéis, ou a partir dos terminais marítimos que asseguram as ligações entre Macau, Hong Kong e China com diversos serviços de ferry. O novo terminal do Aeroporto Internacional de Hong Kong assegura serviços de ligação aéreo-marítimos e vice-versa.

 

Actualizada: 09/12/2015