Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2018 -04 -27 [Voltar]
Destaques da 6.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau para vislumbrar oportunidades de desenvolvimento de turismo na Grande Baía e expandir itinerários multi-destinos no Intercâmbio de Turismo China-Portugal


Seminário sobre Oportunidades de Desenvolvimento de Turismo na Grande Baía

Subdirector da DST, Cheng Wai Tong, discursa no seminário

Directora geral da Administração do Turismo de Guangdong, Zeng Yingru (2.ª à esq.), representantes da organização e co-organização e oradores convidados do seminário

Operadores turísticos de várias partes do mundo trocam opiniões com a Administração do Turismo de Guangdong e operadores turísticos do local na sessão de Intercâmbio de Turismo China-Portugal

Operadores turísticos de várias partes do mundo realizaram visita de familiarização a cidades da província de Guangdong no âmbito do turismo multi-destinos
Dois dos destaques do programa da 6.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau (Expo de Turismo), que abriu esta manhã (dia 27), o Seminário sobre Oportunidades de Desenvolvimento de Turismo na Grande Baía e o Intercâmbio de Turismo China-Portugal, decorreram durante a tarde. Operadores turísticos de diferentes partes do mundo participaram nos dois programas, realizando intercâmbio e contactos, com Macau a desempenhar o papel como plataforma entre a China e os países de língua portuguesa e no âmbito da cooperação da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

Especialistas e académicos abordam oportunidades de Desenvolvimento de Turismo na Grande Baía
A directora geral da Administração do Turismo de Guangdong, Zeng Yingru, a directora da Direcção dos Serviços de Turismo (DST), Maria Helena de Senna Fernandes, e o subdirector da DST, Cheng Wai Tong, participaram no Seminário sobre Oportunidades de Desenvolvimento de Turismo na Grande Baía. Na ocasião, Cheng Wai Tong referiu que, as autoridades e operadores de turismo em várias das cidades da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau têm vindo já a realizar preparativos para agarrar as oportunidades resultantes da construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, e a promover os diferentes trabalhos de relevo, para erguer em conjunto um destino turístico de nível mundial, em articulação com a construção da “Uma Faixa, Uma Rota”. Perante o forte potencial de desenvolvimento turístico da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, o subdirector da DST espera, em conjunto com os operadores turísticos locais e do exterior, aproveitar as oportunidades de desenvolvimento na Grande Baía ao nível do turismo, reforçando o intercâmbio e a cooperação, com benefícios mútuos e partilha de fontes de visitantes.

O seminário contou com especialistas e académicos de Guangdong, Hong Kong e Macau como oradores, nomeadamente o Professor Associado da Escola de Gestão de Turismo da Universidade Sun Yat-sen, Zeng-Xian (Jason) Liang, o Professor Assistente da Universidade da Cidade de Hong Kong, Jason Ni, e o Conselheiro Honorário do Fórum de Economia de Turismo Global • Macau, Ieong Tou Hong. Os oradores abordaram as oportunidades de desenvolvimento para o turismo de Guangdong, Hong Kong e Macau, resultantes da construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, e exploraram o modelo de cooperação na construção da Região Metropolitana da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau para promover o desenvolvimento do turismo regional, com base nos temas do “Desenvolvimento do Turismo da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau: Nova Era, Novo Espaço e Novas Tendências”, “Desenvolvimento de Infraestrutura e Turismo Regional na Área da Grande Baía”, “Nova Tendência de Cooperação Turística da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”. Expositores e operadores turísticos de todo o mundo participaram no seminário para saber mais sobre o desenvolvimento do turismo na Grande Baía.

A directora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, presenteou os três oradores convidados com lembranças de agradecimentos.

Intercâmbio de Turismo China-Portugal para expandir itinerários multi-destinos
Este ano, a Expo de Turismo continua a promover o intercâmbio turístico entre a China, Portugal e outros países, dando um passo em frente para encorajar a indústria a lançar produtos turísticos multi-destinos no mercado internacional, para aumentar os benefícios concretos. A DST convidou uma delegação com cerca de 130 operadores turísticos de Portugal, Estados Unidos, Austrália, Japão, Coreia do Sul, Malásia, Tailândia, Indonésia e Índia, bem como do Interior da China, Hong Kong e da região de Taiwan, para uma visita de familiarização a Macau e para participar na Expo de Turismo. Antes da expo, parte dos membros da delegação deslocaram-se a Foshan, Guangzhou e Kaiping, na província de Guangdong, para realizarem uma visita de familiarização com itinerários multi-destinos. Depois da visita ao terreno, representantes da indústria turística de Portugal e de outros países trocaram ideias com parceiros de Guangdong no Intercâmbio de Turismo China-Portugal, partilhando as experiências e ideias sobre itinerários multi-destinos, e abordaram em conjunto como implementar os itinerários e produtos multi-destinos no mercado internacional.

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) elegeu Macau como o Destino Preferido da APAVT para 2019. Mediante a inauguração dos voos directos entre Pequim e Lisboa, no ano passado, com uma ligação a Macau, foi dado um passo histórico que deve ser aproveitado. Por outro lado, a entrada em funcionamento esperada para breve da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau trará uma importante infra-estrutura para impulsionar o turismo multi-destinos. Através da organização de visitas de familiarização e actividades relacionadas com a Grande Baía, a DST pretende encorajar e operadores turísticos de Portugal e outras partes do mundo a lançarem itinerários e produtos multi-destinos, para atrair mais visitantes de mercados de longo curso para a Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

Organizada pela DST e coordenada pela Associação das Agências de Viagens de Macau, a 6.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau expandiu este ano para uma área de exposição de 11.000 metros quadrados, com 550 expositores, num total de 420 empresas e entidades de turismo, oriundas de 50 países e regiões, naquela que é a edição da expo com a maior escala de sempre.

Para mais informações, consultar a página electrónica da 6.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau: http://www.cmitc.com/plus/list.php?tid=78

Este texto está disponível em: http://industry.macaotourism.gov.mo/pt/
Actualizada: 27/04/2018