Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2018 -12 -12 [Voltar]
DST apresenta resultados preliminares do turismo inteligente – Entrada em funcionamento de três projectos prevista para o início do próximo ano


Directora da DST apresenta os trabalhos relacionados com o desenvolvimento do turismo inteligente

Conferência de apresentação dos resultados preliminares do turismo inteligente
Em articulação com a estratégia de desenvolvimento de uma cidade inteligente do Governo da Região Administrativa Especial de Macau, e de acordo com os planos de acção apresentados no Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) está a implementar gradualmente vários projectos de turismo inteligente, destinados a optimizar a experiência dos visitantes antes, durante e depois da viagem, a servir como base de estudo das futuras estratégias de promoção do turismo, bem como para observar, dividir o fluxo e dispersar os visitantes nos pontos turísticos e locais de grande concentração de pessoas. Três projectos de turismo inteligente foram lançados hoje (dia 12) e devem entrar oficialmente em funcionamento no início do próximo ano.

Uma conferência de imprensa foi realizada hoje pela DST para apresentar os resultados preliminares do desenvolvimento do turismo inteligente. A ocasião contou com a presença da directora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, do subdirector da DST, Ricky Hoi, entre outros convidados. O chefe substituto do Departamento de Planeamento e Desenvolvimento da Organização da DST, Herbert Choi, e o especialista sénior em inteligência de máquinas da AliCloud, Zhu Jintong, apresentaram os projectos durante a conferência de imprensa.

Maria Helena de Senna Fernandes referiu na ocasião que o Governo da RAEM está a promover plenamente o desenvolvimento de uma cidade inteligente, assinalando que enquanto cidade turística, o turismo inteligente é uma parte importante para o desenvolvimento de Macau como cidade inteligente, sendo a promoção do desenvolvimento do turismo inteligente uma das tarefas chave da DST. Sob as orientações traçadas pelo Plano Quinquenal de Desenvolvimento da RAEM (2016-2020), o Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, concluído pela DST em 2017, propôs já várias estratégias de desenvolvimento para promover o turismo inteligente. Quando o Governo da RAEM e o Grupo Alibaba assinaram um Acordo-Quadro para a Cooperação Estratégica na Área da Construção de uma Cidade Inteligente, a DST iniciou de imediato cooperação com a AliCloud, do Grupo Alibaba, para promover o desenvolvimento do turismo inteligente. Numa primeira fase de cooperação foram desenvolvidos em conjunto três projectos: “plataforma de troca de dados do turismo”, “aplicação de observação dos visitantes” e “aplicação do fluxo de visitantes inteligente”, aproveitando ao máximo a computação em nuvem, a aplicação de megadados, entre outras tecnologias relacionadas da AliCloud para acelerar o desenvolvimento do turismo inteligente.

A directora da DST indicou ainda que os projectos estão basicamente concluídos, esperando-se que entrem oficialmente em utilização no início do próximo ano. Tendo em conta as diferentes funções dos três projectos, acredita-se que irão beneficiar os visitantes, a indústria do turismo e os residentes de Macau. Com o aperfeiçoamento contínuo das aplicações inteligentes de turismo, procurar-se-á diminuir o impacto nos residentes e nos pontos turísticos resultante de um grande fluxo de pessoas, melhorando efectivamente a qualidade do turismo.

Uma série de projectos com uso de tecnologias inteligentes relacionados com o turismo destinados aos residentes e visitantes de Macau têm sido lançados pela DST, como aplicações para telemóveis, ecrãs com informações interactivas, a página electrónica “Mapa de Gastronomia”, envio de mensagens por zonas para dividir o fluxo de visitantes nas áreas de atracções turísticas durante a semana dourada pelo 1 de Outubro, entre outros. A DST irá continuar a cooperar com diferentes parceiros na promoção contínua de trabalhos ao nível do turismo inteligente. No futuro, com base na “plataforma de troca de dados do turismo” criada, continuará a aprofundar várias aplicações, como: recolha de dados do fluxo de pessoas com base da Internet das Coisas, planeamento inteligente de viagens, renovação da página electrónica de promoção turística, aplicação para telemóveis “One Stop” Turismo de Macau, robô comunicativo, entre outros.

Com a tendência do desenvolvimento de aplicações com recurso a tecnologias inovadoras, a DST procederá oportunamente à revisão do rumo de desenvolvimento do turismo inteligente, estudando as tecnologias mais recentes que poderão ser aplicadas ao turismo, para promover um desenvolvimento sustentável do turismo de Macau.
Actualizada: 12/12/2018