Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2019 -03 -26 [Voltar]
Lançamento de três projectos para acelerar o desenvolvimento do turismo inteligente


“Aplicação inteligente do fluxo de visitantes” prevê a densidade de visitantes nas atracções turísticas

“Aplicação inteligente do fluxo de visitantes” prevê a densidade de visitantes nas atracções turísticas

“Aplicação inteligente do fluxo de visitantes” prevê a densidade de visitantes nas atracções turísticas

DST implementa projectos de turismo inteligente, procurando diminuir o impacto nos residentes e nos pontos turísticos resultante de um grande fluxo de pessoas
A Direcção dos Serviços de Turismo (DST) lança oficialmente hoje (dia 26) três projectos de turismo inteligente, aproveitando ao máximo a computação em nuvem, a aplicação de megadados, entre outras tecnologias relacionadas da AliCloud a acelerar o desenvolvimento do turismo inteligente, para benefício dos visitantes, da indústria do turismo e dos residentes de Macau.

Em articulação com a estratégia de desenvolvimento de uma cidade inteligente do Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), e de acordo com os planos de acção apresentados no Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, a DST está a implementar gradualmente vários projectos na área do turismo inteligente. No projecto que envolve a cooperação entre a DST e a AliCloud, do Grupo Alibaba, foi lançada uma primeira fase para promover o desenvolvimento do turismo inteligente, com o desenvolvimento em conjunto dos três projectos agora lançados: “plataforma de troca de dados do turismo”, “aplicação de observação dos visitantes” e “aplicação inteligente do fluxo de visitantes”. Com o aprofundamento contínuo da utlização das aplicações inteligentes de turismo, procurar-se-á melhorar efectivamente a qualidade do turismo, diminuindo simultaneamente o impacto nos residentes e nos pontos turísticos resultante de um grande fluxo de pessoas.

A “plataforma de troca de dados do turismo” é a fundação dos projectos de turismo inteligente. A “plataforma de troca de dados do turismo” é criada na plataforma de computação em nuvem do Governo da RAEM, reunindo vários dados relacionados com o turismo de Macau. A plataforma de troca de dados promoverá a partilha e troca de recursos de dados turísticos na indústria do turismo, através da formulação de padrões e regras uniformizadas, fornecendo suporte para o planeamento e desenvolvimento da indústria do turismo de Macau.

Enquanto a “aplicação de observação dos visitantes”, mediante a obtenção de dados através da “plataforma de troca de dados do turismo”, por meio de tecnologias de análise de megadados observa os atributos básicos e o comportamento de grupo dos visitantes, para conhecer a situação, as preferências e comportamentos de viagem dos visitantes em Macau. No futuro, a DST irá recolher sugestões e opiniões sobre as necessidades da indústria turística em relação à “aplicação de observação dos visitantes”, para melhorar as funções relevantes e maximizar a sua eficácia.

Por seu lado, a “aplicação inteligente do fluxo de visitantes”, com base nos dados obtidos na “plataforma de troca de dados do turismo”, prevê a densidade do fluxo de visitantes em atracções turísticas por um período de quatro horas, 24 horas e sete dias, calculado através do algoritmo de previsão, e emite classificações que variam entre “confortável”, “relativamente confortável”, “ligeiramente lotado”, “lotado” e “superlotado”, facilitando a organização dos itinerários dos visitantes e dos operadores da indústria. A “aplicação inteligente do fluxo de visitantes” monitoriza actualmente 20 das atracções turísticas mais visitadas da cidade, incluindo várias do Centro Histórico de Macau classificado como Património Mundial, assim como outras da Taipa e de Coloane.

Em simultâneo, a DST e o Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) continuarão a colaborar estreitamente, permitindo também aos visitantes, operadores da indústria do turismo e residentes terem conhecimento sobre as medidas de controlo de multidões do CPSP através da “aplicação inteligente do fluxo de visitantes”. A versão para telemóvel da página electrónica da “aplicação inteligente do fluxo de visitantes” pode ser visualizada em: https://poimonitor.macaotourism.gov.mo

Enquanto cidade de turismo, o desenvolvimento do turismo inteligente é uma parte importante para a transformacão de Macau numa cidade inteligente, sendo por isso o fomento do turismo inteligente uma das tarefas chave da DST. Sob as orientações traçadas pelo Plano Quinquenal de Desenvolvimento da RAEM (2016-2020), o Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, concluído pela DST em 2017, propôs já várias estratégias de desenvolvimento para promover o turismo inteligente.

A DST irá continuar a optimizar as várias aplicações de turismo inteligente e a criar uma imagem de marca de turismo inteligente e de turismo com recurso às novas tecnologias de Macau, em consonância com os seus três grandes objectivos para o turismo inteligente, de “optimizar a experiência dos visitantes antes, durante e depois da viagem através de várias aplicações de turismo inteligente”, de “aproveitar os megadados para analisar mais aprofundadamente o comportamento de viagens dos visitantes” e de “através de medidas tecnológicas informáticas, realizar a monitorização nos pontos de atracção turística/locais de grande fluxo de pessoas, de forma a articular mais eficazmente a divisão e escoamento de visitantes”.
Actualizada: 26/03/2019