Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2019 -05 -05 [Voltar]
Aumento significativo de visitantes durante os feriados pelo Dia do Trabalhador – Série de preparativos para melhorar a qualidade do ambiente de turismo continuam em marcha


Funcionários destacados em pontos turísticos para fornecimento de informações e ajuda na divisão do fluxo de visitantes

Reforço no trabalho de fiscalização para combater infracções

Estudar dados do fluxo de pessoas recolhidos com base da Internet das Coisas para optimizar a previsão do fluxo de visitantes em pontos turísticos
Este ano, os feriados pelo Dia do Trabalhador foram prolongados para quatro dias (1 a 4 de Maio), aumentando a propensão para viajar dos visitantes do Interior da China, factor que aliado ao impulso gerado pela Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, gerou um aumento significativo no número total de visitantes de Macau, em comparação com o ano passado. De acordo com estatísticas preliminares, durante os quatro dias de feriado, Macau recebeu um total de 636.644 visitantes. Por outro lado, em comparação com os três dias de feriados do Dia do Trabalhador de 2018 (29 de Abril a 1 de Maio), nos primeiros três dias de feriado deste ano, Macau registou uma subida de 37,0 por cento do número de visitantes. Durante os feriados pelo Dia do Trabalhador, a DST reforçou inspecções para combate de práticas ilegais. No decorrer das acções de inspecção, não foram detectadas situações que envolvessem “guias turísticos ilegais”, mas verificaram-se casos de guias turísticos locais detentores de licença que não se encontravam devidamente identificados com o cartão de guia turístico durante o acompanhamento de excursões. Por outro lado, a DST atribui grande importância à capacidade de acolhimento turístico durante os feriados, estando empenhada numa série de preparativos para procurar melhorar a qualidade do ambiente de turismo.

De acordo com informações fornecidas pelo Corpo de Polícia de Segurança Pública, durante os quatro dias de feriado do Dia do Trabalhador deste ano, Macau recebeu um total de 636.644 visitantes (excluindo já entradas de trabalhadores não residentes e estudantes). Dado que em 2018 o Dia do Trabalhador teve apenas três dias de feriado, comparando o número de visitantes nos primeiros três dias de feriados pelo Dia do Trabalhador deste ano com o período equivalente do ano passado, Macau recebeu 531.503 visitantes, registando uma subida de 37,0 por cento, entre os quais, 436.679 visitantes vieram do Interior da China, correspondendo a um aumento de 42,7 por cento, em comparação com o mesmo período do ano passado.
 
Número de entradas de visitantes durante os feriados pelo Dia do Trabalhador
(em comparação com o período homólogo do ano passado)
2018
(29 de Abril a 1 de Maio)
2019
(1 a 3 de Maio)
Taxa de variação %
Interior da China 306.068 436.679 +42,7%
Hong Kong 45.051 48.562 +7,8%
Outros 36.784 46.262 +25,8%
Total de entradas de visitantes 387.903 531.503 +37,0%

Taxa de ocupação hoteleira e preço de quartos
A actual oferta das diferentes categorias de hotéis e pensões disponível em Macau é de um total de 40.162 quartos. Conforme os últimos dados fornecidos pelos operadores do sector hoteleiro, durante os feriados do Dia do Trabalhador, os estabelecimentos hoteleiros de Macau registaram uma taxa média de ocupação na ordem dos 96,2 por cento, mais cerca de 1,9 pontos percentuais, em comparação com os feriados pelo Dia do Trabalhador do ano passado. Durante o mesmo período, o preço médio por quarto dos estabelecimentos hoteleiros (pensões e hotéis) rondou as 1.882,2 patacas, registando uma subida de cerca de 16,7 por cento.

Sugerido uso de ferramenta inteligente para previsão do fluxo de visitantes através de vários meios de divulgação
A DST tem recorrido a diferentes meios para incentivar mais visitantes a utilizar a “Aplicação inteligente do fluxo de visitantes”, incluindo: envio de mensagens por telemóvel aos visitantes, afixação de avisos e alerta aos visitantes nos balcões de Informações Turísticas da DST nos vários postos fronteiriços e no Largo do Senado, divulgação de informações relacionadas através das Representações no Exterior da DST, da aplicação para telemóveis “Step Out, Macao” e da conta da DST no WeChat (MGTOWeixin). Ao mesmo tempo, transmitiu, através do canal TDM Informação, a previsão do fluxo de visitantes em vários pontos de atracção turística, entre outros meios.

De 1 a 4 de Maio, um total de 2.665 pessoas utilizaram a “Aplicação inteligente do fluxo de visitantes”, entre os quais 980 foram utilizadores de Macau, correspondendo a 36,8 por cento do total, 937 foram utilizadores do Interior da China, correspondendo a 35,2 por cento. Os utilizadores interessam-se principalmente pelas Ruínas de São Paulo, Largo do Senado, Vila da Taipa, Torre de Macau, entre outros pontos turísticos. O número total de visualizações foi de 6.008.

Casos de guias turísticos locais com licença não identificados com cartão de guia turístico no exercício das suas funções
Em resposta à época alta de visitantes nos feriados pelo Dia do Trabalhador, a DST realizou 38 acções de inspecção nos postos fronteiriços e pontos de atracção turística durante o período de 1 a 4 de Maio (incluindo quatro acções conjuntas com o Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) e a Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL)). No decorrer das acções, a DST, o CPSP e a DSAL não encontraram qualquer caso de “guias turísticos ilegais”. Durante as inspecções foram no entanto detectadas pessoas que não envergavam o cartão de identificação de guia turístico local a liderar excursões turísticas. Após acompanhamento dos casos, comprovou-se que se tratavam de guias turísticos locais com licença. Em resposta à infracção cometida por guias não identificados com o cartão profissional no exercício das suas funções, foram elaborados três autos de notícias no local e os casos serão agora sancionados.

Simultaneamente, em conjunto com o CPSP, a DST realizou 12 inspecções conjuntas a fracções autónomas suspeitas de prestação ilegal de alojamento, tendo selado oito fracções suspeitas de prestação ilegal de alojamento.

Prosseguir com série de preparativos para melhorar a qualidade do ambiente de turismo
A DST atribui grande importância à capacidade de acolhimento turístico durante os feriados, tendo realizado preparativos em várias frentes, para procurar reduzir a pressão nos pontos de atracção turística mais procurados. Neste sentido, a DST está a estudar um plano-piloto que envolve a zona do Largo Senado até às Ruínas de S. Paulo, para recolha de dados do fluxo de pessoas com base da Internet das Coisas para optimizar a previsão do fluxo de visitantes em pontos turísticos.

Por outro lado, a DST e a Administração do Turismo de Hong Kong (Hong Kong Tourism Board – HKTB) irão assinar um Acordo de Cooperação para o Projecto de Estudo relativo à Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, para analisar de forma abrangente a situação após a abertura da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, conhecer a estrutura da origem dos visitantes e mudanças em termos da forma de deslocação, o conhecimento e a avaliação dos visitantes sobre a ponte, entre outros dados, que servirão como referência para o planeamento e promoção turística de Macau. Tendo em consideração a melhoria do ambiente de vida dos residentes, a DST está ainda a equacionar os moldes da realização de estudos relativos à abertura de mais atracções turísticas para dispersar o fluxo de visitantes e de ponderação sobre a aplicação de uma taxa turística na cidade. A DST irá continuar a ouvir as opiniões dos diversos sectores e a manter uma boa comunicação com as partes envolvidas para optimizar continuamente o ambiente de turismo e a qualidade dos serviços.
Actualizada: 05/05/2019