Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2019 -04 -30 [Voltar]
Expo de Turismo – um evento anual de marca da indústria que ajuda a erguer Macau como um centro mundial de turismo e lazer


34 acordos de cooperação assinados durante a Expo de Turismo

Sessão de Apresentação dos Produtos Turísticos de Países de Língua Portuguesa realizada durante a Expo de Turismo

Grande diversidade de promoções turísticas em exibição

Expositores de Macau expandem negócios no certame

Forte adesão do público às experiências interactivas apresentadas pelo Pavilhão Cultural e Criativo
Com apoio do Ministério da Cultura e Turismo da China, a organização da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) e a coordenação da Associação das Agências de Viagens de Macau, a 7.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau terminou no domingo (dia 28) com sucesso. A 7.ª Expo de Turismo deste ano dobrou a área de exposição do ano passado, e abrangendo mais países e regiões entre os expositores. O certame de três dias atraiu 33.944 visitantes, a par com a participação de 318 compradores convidados, 154 compradores profissionais, foi palco de mais de 7.000 sessões de bolsas de contacto entre os expositores, e da assinatura de 34 acordos de cooperação. Durante o evento, vários países, cidades e empresas de turismo aproveitaram para realizar 29 sessões de promoção turística. A Expo de Turismo irá continuar o seu trajecto para forjar uma feira de turismo internacional de “marca de Macau”, esperando ganhar maior reconhecimento e influência a nível internacional, apoiando os esforços de Macau para se transformar num centro mundial de turismo e lazer.

A 7.ª Expo de Turismo teve lugar entre os dias 26 e 28 de Abril, nos Halls D e E da Cotai Expo, no Venetian Macao, tendo expandido a área para o dobro do ano passado, com um total de 22.000 metros quadrados este ano. O número de expositores foi de 835, num total de 452 empresas e entidades de turismo participantes, oriundas de 54 países e regiões, incluindo agências de viagens, entidades e empresas relacionadas com o turismo na Ásia, Europa, América, África e Oceania, incluindo administrações de turismo do Japão, da Tailândia, da Jordânia, da República Checa, de Niue, entre outras, naquela que foi a edição da expo com a maior escala de sempre. Entre os expositores participantes, 74 vieram de 11 cidades da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, 35 de países e regiões ao longo de “Uma Faixa, Uma Rota”, oito de países de língua portuguesa e 32 de autoridades do turismo de províncias e cidades do Interior da China.

34 acordos de cooperação assinados durante a Expo de Turismo
Durante a Expo de Turismo foram assinados uma série de cerimónias de assinatura de acordos de cooperação entre empresas da indústria turística e sectores relacionados. Um total de 34 acordos de cooperação foram realizados no decorrer do certame, com o intuito de impulsionar a cooperação empresarial entre operadores turísticos de Macau e parceiros oriundos de vários países e regiões, tendo as cerimónias de assinatura dos acordos sido testemunhadas pelo subdirector do Departamento para os Assuntos Económicos do Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM, Xu Jun, pela directora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, e pelo presidente da Associação das Agências de Viagens de Macau, Alex Lao, entre outros.

Expositores de Macau promovem vendas no certame
A Expo de Turismo deste ano continuou a procurar proporcionar oportunidades de cooperação para os operadores turísticos internacionais, bem como a construir uma plataforma de exibição e venda para as empresas de turismo e residentes de Macau. Um total de 63 entidades de Macau participaram na expo, incluindo agências de viagens, companhias aéreas, hotéis, companhias de lembranças do ramo alimentar, entidades culturais e criativas, companhias de telecomunicações, entre outras. Alguns expositores lançaram pacotes de viagens especiais durante a Expo para expandir os seus negócios.

Oito países de língua portuguesa promovem produtos turísticos
No dia da abertura da Expo de Turismo teve lugar uma “Sessão de Apresentação dos Produtos Turísticos de Países de Língua Portuguesa”, organizada pela DST em conjunto com o Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), para apresentar as atracções, os recursos e os produtos turísticos de Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, e Timor Leste, para divulgar aos participantes nas sessões os mais recentes produtos e situação turísticas de cada um dos países de língua portuguesa, promovendo em simultâneo o intercâmbio e cooperação no domínio do turismo.

Vários países e regiões mostram encanto do turismo
O evento de três dias contou com uma variedade de promoções turísticas, de apresentações de produtos turísticos e espectáculos, para mostrar os costumes típicos de vários locais aos profissionais de turismo e outros participantes de todo o mundo, incluindo: promoção dos pontos de atracção turística e espectáculos de canto e dança da província de Guizhou, promoção turística de Congjiang (Guizhou); promoção dos pontos de atracção turística da cidade de Taishan de Jiangmen; promoção turística da província de Hainan; promoção turística da Tailândia; actividades de promoção turística de Kumamoto; introdução ao turismo da prefeitura de Tochigi e promoção turística de Tottori (Japão); sessaõ de promoção de produtos turísticos de países de língua portuguesa; promoção turística da Península Balcânica; espetáculos de canto e dança de Barvikha (Rússia); promoção turística de Israel, da Jordânia, da Turquia e do Dubai, de passeios de barco pelo rio Danúbio, de cruzeiros europeus; sessão de promoção de cruzeiros pelo Rio Yangtze: Barragem das Três Gargantas; palestras de viagens de vários países e regiões do mundo, entre outros.

Mediante a cooperação entre o Governo e a indústria turística, a participação de diferentes entidades, e o apoio dos parceiros de cooperação, a Expo de Turismo deste ano procurou reforçar o seu papel de ponte de intercâmbio e cooperação, criando uma plataforma de intercâmbio e cooperação eficaz para os operadores turísticos de todo o mundo, tirando partido das vantagens de Macau e mostrando a capacidade da cidade para organizar feiras profissionais de turismo. A organização prentende que a Expo de Turismo continue o seu trajecto para forjar uma feira de turismo internacional de “marca de Macau”, permitindo aos participantes expandir cooperações intersectoriais, interindustriais e interregionais ao nível do turismo, alcançando um maior reconhecimento e influência a nível internacional, e apoiando os esforços de Macau para se transformar num centro mundial de turismo e lazer.

Mais informações disponíveis na página electrónica da 7.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau: www.mitexpo.mo
Actualizada: 30/04/2019