Direcção dos Serviços de Turismo

 Nota de Imprensa
2018 -12 -08
3.° Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios.Macau abre em esplendor com Nicolas Cage, galardoado com Óscar e Globo de Ouro de Melhor Actor, na passadeira vermelha
(Fonte: Comissão Organizadora do Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios.Macau)


Abertura solene do 3.° IFFAM

Passadeira vermelha deste ano repleta de estrelas

Passadeira vermelha deste ano repleta de estrelas

Presidente da Comissão Organizadora do 3.° IFFAM, Maria Helena de Senna Fernandes, discursa na cerimónia de abertura

Musical de criação local abre o pano do festival

Organização entrega símbolo de apreço ao embaixador-estrela, Nicolas Cage
O 3.° Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios.Macau (International Film Festival & Awards.Macao - IFFAM) abriu hoje (dia 8) solenemente pelas 19h00 numa cerimónia no Centro Cultural de Macau. A decorrer até 14 de Dezembro, o IFFAM prossegue com o tema “Novas Vias para o Mundo dos Filmes”, apresentando ao público mais de 50 excelentes filmes. Um Intercâmbio para a Indústria Cinematográfica destinado aos profissionais de cinema nacionais e estrangeiros terá também lugar, a partir de amanhã (dia 9), com uma duração de três dias.

A ocasião contou com a presença do Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam; do presidente executivo do Centro Internacional de Comunicação Cultural da China e consultor honorário do 3.° IFFAM, Long Yuxiang; da directora da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) e presidente da comissão organizadora do IFFAM, Maria Helena de Senna Fernandes; dos vice-presidentes executivos da Comissão Organizadora do IFFAM - o presidente da Associação de Cultura e Produções de Filmes e Televisão de Macau, Alvin Chau, e a presidente do Instituto Cultural, Mok Ian Ian; a par com realizadores de renome internacional, estrelas de cinema, e outros profissionais da indústria cinematográfica, num total de cerca de 800 convidados oriundos de todo o mundo, que pisaram a passadeira vermelha e participaram na cerimónia. A abertura teve como mestres de cerimónia os apresentadores e artistas, Jerry Lam e Scarlett Wong, ambos de Hong Kong.

Leque de convidados repleto de estrelas
A lista de convidados proeminentes que participou na cerimónia de abertura incluiu entre os profissionais da indústria cinematográfica: o director do Festival Internacional de Cinema de Copenhague, Jacob Neiiendam; a directora do Festival de Cinema Black Nights de Tallinn, Tiina Lokk; o director do Festival de Cinema de Sydney, Nassen Moodley; a directora artística do Festival Internacional de Cinema de Chicago, Mimi Plauché; o director artístico do Festival Internacional de Cinema de Busan, Jay Jeon; a directora criativa do Festival Internacional de Cinema de Mumbai, Smriti Kiran; e o realizador da série de filmes “Along with the Gods” e embaixador do IFFAM deste ano, Kim Yong-Hwa. Entre as estrelas de cinema, destaque para o embaixador-estrela do 3.º IFFAM, Nicolas Cage, galardoado com o Óscar e Globo de Ouro de Melhor Actor; os actores de cinema e televisão: Hu Bing, Niu Liyan, Lin Po-jui, Chen Hung-chien, Wang Xuebing, Irene Wan, Kathy Tong, Wilfred Lau, Jeana Ho, Jing Ci, Hanna Chan, entre muitas outras estrelas que desfilaram pela passadeira vermelha desta edição do festival, sendo alvo da atenção de mais de uma centena de órgãos de comunicação social.

A directora da DST e presidente da comissão organizadora do IFFAM, Maria Helena de Senna Fernandes, indicou no seu discurso na abertura do festival que com Macau empenhada em construir um centro mundial de turismo e lazer e enquanto membro da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, o festival de cinema aproveita as vantagens de Macau desempenhando o seu papel, procurando que o evento e os efeitos que gera injectem dinamismo no desenvolvimento sustentável da indústria cinematográfica, das indústrias culturais e criativas e do turismo de Macau. A directora referiu ainda que, a Comissão Organizadora do IFFAM espera tornar o festival numa plataforma de intercâmbio cultural oriental e ocidental, que transcenda fronteiras e gerações.

Musical de criação local como espectáculo de abertura
O espectáculo de abertura do IFFAM deste ano foi um musical original, criado por uma equipa de Macau, que contou com a actuação de dois cantores locais, Kane Ao Ieong e Josie Ho. A história do musical é sobre Wa Jai, nascido e crescido em Macau, que gosta de ver filmes desde criança e quer ser realizador quando crescer, para levar as histórias de Macau para o grande ecrã e mostrá-las ao público de todo o mundo. Um dia apareceu-lhe uma mulher misteriosa, encorajando-o a trabalhar arduamente para concretizar o seu sonho. Desde o desenrolar da história do musical até à cerimónia de abertura, os protagonistas mostraram ao público os cartazes de todos os filmes do 3.° IFFAM e do projecto “Macau – O Poder da Imagem”.

Em seguida, realizou-se a cerimónia de abertura do festival de cinema, presidida pelo Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura do Governo da RAEM, Alexis Tam; pela esposa do Chefe do Executivo da RAEM, Winnie Chui; pelo o presidente executivo do Centro Internacional de Comunicação Cultural da China e consultor honorário do 3.° IFFAM, Long Yuxiang; pelo director do Departamento de Propaganda e Cultura do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM, Wan Sucheng; pelo chefe Departamento de Relações Externas e Comunicação do Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da RPC na RAEM, Zheng Xinyou; pelos membros do júri do IFFAM, Mabel Cheung, Paul Currie, Tillotama Shome e Danis Tanović, pelo embaixador-estrela, Nicolas Cage, em conjunto com a directora da DST e presidente da comissão organizadora do IFFAM, Maria Helena de Senna Fernandes, o vice-presidente executivo da comissão organizadora do IFFAM, Alvin Chau, o director artístico do IFFAM, Mike Goodridge, entre outros.

Durante a cerimónia de abertura do IFFAM, a organização entregou símbolos de apreço ao embaixador do festival, Kim Yong-Hwa, e aos embaixadores-estrela, Nicolas Cage e Lim Yoon A.

Filme de peso “Green Book” na abertura
“Green Book” é uma adaptação de uma história verídica, protagonizada por Viggo Mortensen e Mahershala Ali, com a realização de Peter Farrelly. O filme conta uma história passada em 1962 nos Estados Unidos, envolvendo um guarda-costas ítalo-americano e um pianista negro numa tournée de Manhattan ao sul dos Estados Unidos. No cerne do filme está a amizade desenvolvida entre os dois protagonistas e as questões de discriminação racial da altura e desafios que tiveram de enfrentar. Além de ter conquistado o Prémio de Escolha do Público no Festival Internacional de Cinema de Toronto deste ano, e os dois actores serem considerados entre os favoritos para a corrida aos Óscares de Melhor Actor Principal e Melhor Actor Secundário de 2019, “Green Book” foi nomeado para cinco Globos de Ouro da 76.ª edição do evento, a realizar no próximo ano.

IFFAM congrega entretenimento, intercâmbio e conversações, entre outros elementos
Para esta edição do festival foram seleccionados 54 filmes do oriente e ocidente para mostrar ao público nas diferentes secções do festival: Competição, Novo Cinema Chinês, Gala, Adagas Voadoras, Melhor dos Festivais, Apresentações Especiais, e também na noite de abertura e de encerramento do festival. Por outro lado, serão ainda exibidos 14 trabalhos em destaque no projecto “Macau – O Poder da Imagem”.

A secção de Intercâmbio para a Indústria Cinematográfica, a realizar-se a partir de amanhã (dia 9) até 11 de Dezembro, contará com a participação de mais de 240 profissionais da indústria cinematográfica oriundos de 31 países e regiões. O Intercâmbio para a Indústria Cinematográfica inclui o Fórum de Macau do IFFAM, que providencia uma plataforma flexível de intercâmbio aos profissionais da indústria cinematográfica oriundos de todo o mundo, para fomentar a troca de ideias entre os participantes em temas específicos. Está também agendado o Mercado de Projectos do IFFAM, que reúne 14 novos projectos de filmes para encontrar investidores, distribuidores ou parceiros; de entre os quais, quatro projectos de filmes serão seleccionados pelo júri e premiados numa cerimónia de entrega de prémios, a realizar no dia 11 de Dezembro, onde serão distribuídos: Prémio de Melhor Projecto (Grande Prémio), Prémio de Melhor Criatividade, Prémio de Melhor Projecto de Cooperação e Prémio de Espírito de Macau. Este ano, foram ainda adicionadas apresentações de Trabalhos-em-Curso, convidando equipas de produção a apresentar projectos em fase de conclusão ou já terminados, com o intuito de ajudar a indústria a encontrar oportunidades de cooperação para fase de pós-produção ou outras.

Este ano, o festival continua a dar um forte apoio ao projecto “Macau - O Poder da Imagem”, organizado pelo Centro Cultural de Macau, com os 14 melhores trabalhos da iniciativa exibidos ao público em três sessões no teatro do Centro de Convenções e Entretenimento da Torre de Macau.

Mais detalhes sobre o IFFAM disponíveis em:

Página electrónica do 3.° IFFAM: http://www.iffamacao.com
Actualizada: 08/12/2018