Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

Perguntas mais frequentes



Os residentes de Macau que percam o BIR no estrangeiro, devem participar imediatamente o facto às entidades policiais locais, reter o documento comprovativo da participação do facto de extravio, exibir o respectivo documento e preencher o certificado de verificação de identidade, no momento de entrada no território de Macau, devendo deslocar pessoalmente à Direcção dos Serviços de Identificação de Macau para pedir a emissão de 2.ª via do documento, após a sua entrada em Macau.

Os residentes de Macau que percam o Passaporte da RAEM da RPC ou o documento de viagem no estrangeiro, devem participar imediatamente o extravio às entidades policiais locais e dirigir, posteriormente, às representações da RPC mais próximas acreditadas em países estrangeiros (Embaixada, Consulado ou outras representações autorizadas pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da RPC) para comunicar-lhes a ocorrência.

Ainda, os residentes de Macau que se encontrem no estrangeiro, com problemas relacionados com identificação, documentos e assuntos migratórios, podem contactar, pessoalmente ou através dos seus familiares, o CPSP através da sua linha aberta 24 horas +853 2857 3333, ou, optar por contactar directamente a Direcção de Serviços de Identificação, dentro do horário de expediente, através do número de telefone: +853 2837 0777.

Página electrónica da DSI::

www.dsi.gov.mo

Tel: +853 2837 0777

Linha aberta (24 horas) do Corpo de Polícia de Segurança Pública de Macau::

Tel: +853 2857 3333

Página electrónica do Corpo de Polícia de Segurança Pública de Macau: Formalidades de entrada e saída de residentes de Macau

http://www.fsm.gov.mo/psp/por/psp_top5_20_2.html

Tel: +853 2872 5488

Os cidadãos da RPC que extraviaram o seu documento de viagem durante a visita a Macau, devem comunicar o facto ao Serviço de Migração do CPSP sito em Pac On e tratar as respectivas formalidades, e seguidamente, pedir a emissão de 2.ª via do documento junto do Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da RPC na RAEM ou da Agência de Viagens e de Turismo "China" (Macau), levando consigo o respectivo documento comprovativo de extravio.

Página electrónica do Corpo de Polícia de Segurança Pública de Macau: Processamento de casos de perda de documentos de entrada para não residentes de Macau

http://www.fsm.gov.mo/psp/por/psp_top5_10_1.html

Tel: +853 2872 5488

CHINA TRAVEL SERVICE (MACAO) LTD.:

http://www.cts.com.mo

Tel: +853 2870 0888

Comissariado dos Negócios Estrangeiros da R.P.C na R.A.E. Macau::

http://www.fmcoprc.gov.mo/prt/

Tel: +853 8791 5404

Serviços Consulares da R.P.C:

http://cs.mfa.gov.cn/

Tel: +86 1065963500

Caso tenha perdido o seu Passaporte Português, entre em contacto com o posto consular mais próximo:

https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/

Para mais informações sobre repatriamento, deverá entrar em contacto com a sua seguradora e um dos hospitais em Macau.

Serviços de Saúde (Centro Hospitalar Conde de São Januário de Macau):

http://www.ssm.gov.mo

Tel: +853 2831 3731

Hospital Kiang Wu:

http://www.kwh.org.mo

Tel: +853 2837 1333

Hospital da Universidade de Ciência e Tecnologia:

http://www.uh.org.mo

Tel: +853 2882 1838

Contacto para pedido de informações alfândegárias:

http://www.customs.gov.mo

Tel: +853 2896 5001

Para informações relacionadas com Vacinações ou outras questões médicas, entre em contacto com o Centro de Prevenção de Doenças dos Serviços de Saúde de Macau:

http://www.ssm.gov.mo/portal/csr/pt/main.aspx

Tel: +853 2870 0800

Para informações sobre formalidades de entrada, saída e permanência, os residentes da R.A.E Macau e turistas, deverão contactar os Serviços de Migração

Página electrónica do Corpo de Polícia Segurança Pública de Macau: Serviços de Migração:

http://www.fsm.gov.mo/psp/por/psp_top5.html

Tel: +853 2872 5488

Quando em viagem no exterior os residents de Macau, poderão ter acesso às missões consulares da R.P.C, em caso de acidente, perda de documentos de viagem ou outros pedidos de assistência, quando levarem consigo o seu Bilhete de Identidade de Residente de Macau (B.I.R.M).

Ministério dos Negócios Estrangeiros da R.P.C:

http://www.fmprc.gov.cn/mfa_chn/wjb_602314/zwjg_603776/zwsg_603778/

Serviços Consulares da R.P.C:

http://cs.mfa.gov.cn/

Tel: +86-10-65963500

Caso tenha perdido o seu Passaporte Português, entre em contacto com o posto consular mais próximo:

http://www.secomunidades.pt/web/guest/PostosConsulares

Em caso de perda ou estravio do seu cartão de crédito e cartão de ATM, deverá entrar em contacto directamente com o seu Banco. Caso não tenha consigo o contacto necessário, poderá contactar a Linha Aberta para o Turismo (24 horas): +853 28333 000, através da qual poderá obter o número de telefone necessário.

  1. Caso eu perder o meu passaporte durante uma viagem, ou este seja considerado suspeito e retido para investigação, como deverei proceder?

    Nestes casos, sugerimos que contacte a Embaixada/Consulado da República Popular da China situado no país estrangeiro em que se encontra para um apoio mais directo.

    Pode também considerar entrar em contacto com a Direcção dos Serviços de Identificação de Macau através da sua linha de emergência de apoio ao extravio de passaportes (+853) 2857 3333 e/ou visitando o sitio da internet http://www.dsi.gov.mo/hotline_p.html para mais informação/apoio.

  2. Se eu perder a minha (a) bagagem; (b) medicação; (c) valores durante a minha viagem, como deverei proceder?
    1. Deverá contactar directamente a companhia aérea, agência de viagens e companhia de seguros para assuntos relativos à sua bagagem.
    2. Deverá contactar directamente um hospital no seu destino, para reposição da sua medicação.
    3. No caso da perda de valores, contacte directamente a polícia local e apresente queixa.
  3. O meu cartão de crédito foi roubado, como devo proceder?

    Contacte o número de emergência da empresa do seu cartão de crédito, tanto em Macau como no país em que se encontrar no momento do extravio do seu cartão.

  4. Estamos no estrangeiro e um dos nossos acompanhantes de viagem foi encontrado sem vida, como devemos proceder?

    Deverá entrar em contacto tanto com a polícia local, assim como, com a Embaixada/Consulado da República Popular da China no local ou mais próxima do local onde se encontre de modo a que através de ambas as autoridades fique a conhecer os procedimentos necessários de seguir e facultado com a assistência necessária. Deverá também contactar com os mesmos de modo a obter informações precisas sobre os procedimentos para a emissão de documentos, tais como, certificados e quaisquer outros assuntos relacionados com o acto de repatriação.

    Poderá ainda entrar em contacto com seu agente de viagens e/ou companhia de seguros de viagem, caso seja necessária a sua intervenção.

    (Os residentes de Macau devem adquirir seguro de viagem atempadamente antes de viajarem, com opção de cobertura para o Sistema de Alerta de Viagens da RAEM, evacuação médica de emergência internacional, bem como verificarem com as suas seguradoras em caso de dúvida sobre os termos e condições da sua cobertura).

  5. Encontramo-nos no estrangeiro e um dos nossos familiares está desaparecido há mais de 24 horas, como devo proceder?

    Queira contactar a polícia local e a Embaixada/Consulado da República Popular da China no local ou mais próxima do local onde se encontra e informar ambas as partes da ocorrência de modo a que os as mesmas possam respectivamente facultar a apropriada assistência.

    Poderá ainda entrar em contacto com seu agente de viagens e/ou companhia de seguros de viagem, caso seja necessária a sua intervenção.

  6. Um dos nossos familiares que se encontrava a viajar connosco foi hospitalizado, como devo proceder?

    Deverá entrar em contacto com as necessárias entidades locais (tais como a policia ou serviços de migração) e a Embaixada/Consulado da República Popular da China no local ou mais próxima do local onde se encontre de modo a que as mesmas estejam ocorrentes da situação e possam prestar a respectiva e apropriada assistência.

    Poderá ainda entrar em contacto com seu agente de viagens e/ou companhia de seguros de viagem, caso seja necessária a sua intervenção.

    (Os residentes de Macau devem adquirir seguro de viagem atempadamente antes de viajarem, com opção de cobertura para o Sistema de Alerta de Viagens da RAEM, evacuação médica de emergência internacional, bem como verificarem com as suas seguradoras em caso de dúvida sobre os termos e condições da sua cobertura).

  7. Caso eu sofra ferimentos durante a minha viagem, como devo proceder?

    Caso sofra ferimentos ligeiros, deverá procurar assistência médica adequada no local onde se encontra

    Se os seus ferimentos necessitem de ser acompanhadas pelas entidades locais (ex: acidente de viação), deverá também entrar em contacto com a policia local e a Embaixada/Consulado da República Popular da China no local ou mais próxima do local onde se encontre para seja prestada assistência.

    Em ambas as situações poderá ainda entrar em contacto com seu agente de viagens e/ou companhia de seguros de viagem, caso seja necessária a sua intervenção.

  8. Deparámo-nos com uma catástrofe natural (cheias, tempestade tropical, etc…) durante a nossa viagem na China, o que devemos fazer?

    Caso seja necessária qualquer assistência ou informação, poderá entrar em contacto com:

    • Linha Aberta para o Turismo - 24 Horas +853 2833 3000;
    • Embaixada e Consulados da China ou o Centro de Emergência Global para Protecção Consular e Serviços do Ministério dos Negócios Estrangeiros Linha Aberta 24 horas: +86 10 12308 para assistência.
    • A sua agência de viagens e/ou a sua seguradora.
  9. A agência de viagens que organizou a nossa viagem entrou em insolvência e todos os nossos vouchers deixaram de ser aceites, como devemos proceder?

    Caso esta agência de viagens seja licenciada em Macau, queria contactar a Direcção dos Serviços de Turismo do Governo de Macau através da Linha Aberta para o Turismo+853 2833 3000.

    Poderá também contactar a Embaixada/Consulado da República Popular da China no país estrangeiro onde se encontra de visita assim como a sua agência de viagens ou companhia de seguros em viagem.

  10. Adquiri um pacote de excursão/bilhete para um destino para o qual foi lançado um alerta, o que devo fazer?

    O Sistema de Alerta de Macau não tem carácter proibitivo, deste modo, os residentes de Macau deverão considerar se pretendem ou não viajar para o destino. Na sua decisão deverão ter em consideração a informação disponibilizada por entidades governamentais de Macau sobre as condições actualizadas sobre o destino em questão.

    Os residentes de Macau que tenham adquirido pacotes de viagem ou excursão deverão entrar em contacto com as suas respectivas agencias de viagem ou companhias de modo a serem informados acerca da possibilidade de cancelamento ou adiamento dos seus pacotes de viagem.

    Caso residentes de Macau tenham adquirido seguros de viagem que tenham como referência o Sistema de Alerta de Viagens da RAE Macau, estes deverão verificar o tipo de cobertura oferecido pelo mesmo de acordo com o nível de alerta emitido.

  11. Foi emitido um Alerta de Viagem, deverei regressar a Macau?

    A decisão de regressar a Macau é uma decisão pessoal. O Sistema de Alerta de Viagens da RAE Macau é uma plataforma que pretende fornecer informações sobre a segurança específica de um ou mais destinos de viagem, permitindo que os residentes de Macau estejam bem informados e, possam ainda, adoptar as medidas necessárias para as situações com as quais se podem vir a deparar durante as suas viagens.

  12. Foi emitido um alerta de Nível 1, que devo fazer?

    Um Alerta de Nível 1 significa que surgiu uma ameaça. Como tal, os residentes de Macau que tencionem viajar para, ou que se encontrem no destino, devem estar atentos e vigilantes em relação à sua segurança. Sugere-se que tenham atenção e acompanhem o desenvolvimento da situação uma vez que pode ser afectada a sua segurança pessoal.

  13. Foi emitido um Alerta de Nível 2, que devo fazer?

    Um Alerta de Nível 2 significa que a situação de ameaça aumentou e indica uma ameaça elevada à segurança pessoal. Como tal, os residentes de Macau que tenham a intenção de viajar para, ou que se encontrem no destino, deverão reconsiderar a necessidade de permanecer ou viajar para o local perante as circunstâncias que se apresentam. Sugere-se que sejam evitadas viagens não essenciais para o destino em questão.

  14. Foi emitido um alerta de Nível 3, que devo fazer?

    Um Alerta de Nível 3 significa que se está perante uma situação de ameaça extrema à segurança pessoal. Como tal, os residentes de Macau que tenham a intenção de viajar para, ou que se encontrem no destino, devem estar em alerta permanente face à situação grave que se faz sentir no destino e procurar assistência oficial que possa ser ali prestada. Aconselha-se a evitar viajar para e, em alguns casos, deixar o destino em questão.

  15. Sou um turista em Macau com planos de viajar para o qual emitiram um alerta de viagem, deverá isto afectar os meus planos?

    Os Alertas de Viagem da RAE Macau é um sistema criado para fornecer informações sobre questões de segurança de modo a que os residentes de Macau possam tomar uma decisão informada em relação aos seus planos de viagem. Apesar de todos os visitantes em Macau possam ter acesso a esta informação, quando e se em dúvida, aconselhamos os visitantes a entrar em contacto ou a aceder informação relevante do seu país ou local de residência de modo a obter mais informações. Da mesma forma, eles também poderiam entrar em contacto com as empresas prestadoras de serviços contratadas e verificar se as suas reservas / itinerário mantêm-se inalteradas, tendo sempre como referência a qualquer Conselho, Alerta ou Aviso de Viagem emitido pelo seu próprio governo.

  16. Sou um cidadão estrangeiro, como é que o Alerta de Viagem da RAE Macau irá afectar-me?

    Um Alerta de Viagem da RAE Macau é basicamente dirigido aos residentes de Macau, cidadãos estrangeiros poderão ter em consideração a informação disponibilizada pelo Sistema de Alerta de Viagens da RAE Macau, mas deverão dar sempre prioridade à informação disponibilizada pelo seu próprio governo através Conselhos, Alertas ou Avisos de Viagem.

Actualizada: 05/02/2021