Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2017 -09 -28 [Voltar]
Divulgação do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau: Delinear o mapa de desenvolvimento da indústria turística de Macau para os próximos 15 anos


DST divulga plano final do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau

DST divulga plano final do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau

Conferência de imprensa de divulgação do plano final do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau
Volvidos dois anos de estudo e elaboração, a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) divulgou hoje (dia 28) o plano final do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, que delineia um mapa de desenvolvimento e plano de acção para os próximos quinze anos, para assegurar um desenvolvimento da indústria turística plenamente articulado com a direcção de desenvolvimento do País e do governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM). Em breve será ainda criado um Grupo Director Interdepartamental do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, liderado pelo Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura.

Para apresentar o conteúdo do plano final do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, a DST realizou hoje uma conferência de imprensa, que contou com a presença da directora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, e dos subdirectores da DST Cecilia Tse e Cheng Wai Tong, entre outros.

Com a iniciativa nacional de “Uma Faixa, Uma Rota” e a visão da transformação de Macau num Centro Mundial de Turismo e Lazer do governo da RAEM abriram-se novas oportunidades para a indústria turística de Macau. Em 2015, a DST lançou o trabalho de estudo e elaboração do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, para mediante planeamento estruturar e gerir a economia da indústria de turismo, e com base nos objectivos e orientações traçados pelo Plano Quinquenal de Desenvolvimento da RAEM (2016-2020), formular um mapa de desenvolvimento da indústria turística de Macau para os próximos quinze anos, em sintonia com o objectivo de transformar Macau num Centro Mundial de Turismo e Lazer.

Durante o período de elaboração do plano, a DST levou a cabo trabalhos de investigação de diferentes formas, incluindo fóruns internacionais, inquéritos, visitas de familiarização, entrevistas e análise de casos, para compreender e aferir a fundo a situação actual de desenvolvimento da indústria turística de Macau, as vantagens, desafios e potencialidades, como ponto de partida para formular o conteúdo e as opções viáveis do plano.

Por outro lado, entre 23 de Maio e 22 de Julho de 2016 a DST lançou um extensivo trabalho de consulta pública com a duração de dois meses, recolhendo por diferentes meios as opiniões do público, operadores turísticos e associações, permitindo que o plano se aproxime mais das necessidades de desenvolvimento da indústria turística de Macau. A compilação de opiniões da consulta pública do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau foi divulgada em Janeiro deste ano.

Após dois anos de reuniões com especialistas de turismo, departamentos governamentais relacionados, operadores turísticos e associações profissionais, a par com a recolha das diferentes opiniões da sociedade, foi formulada a versão final do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau. O Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau apresenta oito objectivos chave, 33 estratégias, 91 planos de acção concretos de curta, média e longa duração, constituindo um plano de acção global e um esquema que cobre diferentes níveis de desenvolvimento da indústria turística.

Em breve será criado um Grupo Director Interdepartamental do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, com o Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura a liderar a coordenação interdepartamental e supervisionar a implementação dos planos de acção, para agilizar os trabalhos dos departamentos do Governo da RAEM relacionados de acordo com os objectivos e planos de acção, para implementar progressivamente e com dinamismo os diferentes trabalhos tendo em vista o desenvolvimento sustentável e a diversificação da indústria turística de Macau. A DST fará ainda revisões e melhorias, em resposta às mudanças constantes no ambiente da indústria turística, para acompanhar a meta de erguer um Centro Mundial de Turismo e Lazer.

O relatório global do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau (versões em chinês, português e inglês) e o resumo do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau (versões em chinês, português e inglês) podem ser descarregados a partir de hoje, em: http://masterplan.macaotourism.gov.mo/home-pt/index.html.

Em prol da protecção do meio ambiente, a DST imprimiu em papel apenas uma pequena quantidade de exemplares do resumo do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, disponibilizados para levantamento do público nos balcões de atendimento da DST, 12o e 18o andar, Edifício Hot Line, no Centro de Informações ao Público, no Centro de Serviços da RAEM e nas bibliotecas públicas.

No início de 2015, a DST abriu um concurso público para Prestação de Serviços para a elaboração do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau, para propor um plano a curto, médio e longo prazo para o desenvolvimento da indústria turística, com o objectivo de proceder ao planeamento geral da indústria do turismo de Macau, e servir como base e orientação para o desenvolvimento da indústria do turismo de Macau nos próximos quinze anos.

O trabalho de elaboração do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau foi desenvolvido em três fases: na fase 1 foi feita a recolha de informações para análise da situação actual e a elaboração do projecto preliminar do plano geral, que foi concluído no final de 2015. O principal trabalho da fase 2 consistiu na realização de uma consulta pública e elaboração do projecto aprofundado do plano geral, que foi concluído em 2016. A fase 3 envolveu a revisão e finalização do plano final, que foi compilado em 2017 e hoje (dia 28) divulgado.
Actualizada: 28/09/2017