Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2019 -10 -08 [Voltar]
Macau recebeu mais de 980 mil visitantes durante a semana dourada pelo 1 de Outubro, registando um aumento de 11,5 por cento

Durante os sete dias de feriado da semana dourada pelo 1 de Outubro no Interior da China (de 1 a 7 de Outubro), de acordo com estatísticas preliminares, Macau recebeu mais de 980 mil visitantes, num aumento de 11,5 por cento, em comparação com a semana dourada pelo 1 de Outubro do ano passado.


O mercado da Grande China representou 96,1 por cento do número total de visitantes, atingindo 947 mil entradas, mais 13,0 por cento, em comparação com igual período no ano passado. Entre os visitantes da Grande China, 798 mil vieram do Interior da China, correspondendo a 81,1 por cento do total dos visitantes, num aumento de 9,4 por cento. Os visitantes de Hong Kong totalizaram 136 mil entradas, aumentando 43,2 por cento. A região de Taiwan registou 12 mil visitantes, menos 4,7 por cento. Enquanto os mercados internacionais verificaram uma descida de 16,2 por cento, em comparação com igual período no ano passado, com 38 mil visitantes.

 

  2018 2019

Taxa de variação

Número de entradas de visitantes na semana dourada pelo 1 de Outubro

883.285

984.996

+11,5%

 

 

 

O aumento do número de visitantes na semana dourada pelo 1 de Outubro deste ano ultrapassou as previsões, acreditando-se que impulsionado por factores favoráveis como a abertura da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, melhorias na rede de transportes regional, a par com a oferta de festividades e diversidade de eventos culturais, como o Concurso Internacional de Fogo-de-Artifício de Macau, o grande evento internacional artístico-cultural organizado pela primeira vez em Macau, Arte Macau, entre outros, que contribuíram para o aumento do número de visitantes.

 

Ligeiro aumento na taxa média de ocupação hoteleira

Conforme dados fornecidos pelos operadores hoteleiros, no período da semana dourada, os estabelecimentos hoteleiros (hotéis e pensões) registaram uma taxa média de ocupação diária na ordem dos 94,0 por cento, marcando um ligeiro aumento de 2,0 pontos percentuais em comparação com o mesmo período no ano passado. Macau conta actualmente um total de 41.015 quartos de hotéis e pensões em actividade.


De acordo com os dados fornecidos pelos operadores do sector hoteleiro, a taxa média de ocupação registada pelos hotéis de cinco estrelas foi de 95,2 por cento, uma subida de 1,2 pontos percentuais, dos hotéis de quatro estrelas 92,6 por cento, mais 2,5 pontos percentuais, dos hotéis de três estrelas 94,7 por cento, mais 3,6 pontos percentuais, dos hotéis de duas estrelas 82,4 por cento, mais 9,5 pontos percentuais, e das pensões 75,6 por cento, numa descida de 2,7 pontos percentuais.

 

Estabelecimentos hoteleiros

Taxa de ocupação

Variação em pontos percentuais

5 estrelas

95,2%

+1,2

4 estrelas

92,6%

+2,5

3 estrelas

94,7%

+3,6

2 estrelas

82,4%

+9,5

Pensões

75,6%

-2,7

 

Descida no preço médio por quarto dos estabelecimentos hoteleiros

Durante a semana dourada, o preço médio por quarto dos estabelecimentos hoteleiros (hotéis e pensões) foi de cerca de 1.842,3 patacas, registando uma descida de 5,1 por cento. O preço médio por quarto dos hotéis de cinco estrelas foi de cerca de 2.235,5 patacas, menos 1,5 por cento, dos hotéis de quatro estrelas cerca de 1.195,4 patacas, menos 22,7 por cento, dos hotéis de três estrelas cerca de 1.211,1 patacas, menos 3,8 por cento, dos hotéis de duas estrelas foi de cerca de 941,8 patacas, menos 4,0 por cento, e das pensões foi de cerca de 700,5 patacas, numa descida de 6,7 por cento.

 

Estabelecimentos hoteleiros

Preço por quarto

Taxa de variação

5 estrelas

MOP 2.235,5

-1,5 %

4 estrelas

MOP 1.195,4

-22,7 %

3 estrelas

MOP 1.211,1

-3,8 %

2 estrelas

MOP 941,8

-4,0 %

Pensões

MOP 700,5

-6,7 %

 

Vários trabalhos para corresponder às necessidades

Antes e durante os feriados pelo 1 de Outubro, a DST realizou activamente preparativos em várias frentes, incluindo: envio de mensagens de telemóvel a visitantes a alertar sobre os aspectos a ter em conta e a sugerir o uso da “aplicação inteligente do fluxo de visitantes”, organização e apoio às associações na organização de actividades durante os feriados, instalação de pontos para fornecimento de informações em locais turísticos, publicação de um guia de estabelecimentos de restauração e bebidas, reforço do trabalho de fiscalização e alerta aos operadores turísticos sobre aspectos a ter em atenção, entre outros, num conjunto de preparativos para procurar dar resposta às necessidades dos residentes e visitantes, e melhorar a qualidade do ambiente e serviços de turismo prestados.

 

Aplicação inteligente do fluxo de visitantes para apoiar a viagem

A DST incentivou os visitantes a usarem a versão para telemóvel da página electrónica da “aplicação inteligente do fluxo de visitantes”, que pode ser visualizada em: https://poimonitor.macaotourism.gov.mo, na aplicação para telemóvel “Step Out, Macao” e na conta da DST no WeChat “MGTOWeixin”, que permite visualizar a previsão do fluxo de visitantes em vários pontos de atracção turística. Por outro lado, os visitantes também podem usar a aplicação para telemóvel Baidu Maps na página da cidade de Macau e na página de introdução às atracções de Macau. A DST e o Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) continuaram a colaborar estreitamente, permitindo que os utilizadores da “aplicação inteligente do fluxo de visitantes” tivessem também conhecimento sobre as medidas de controlo de multidões do CPSP.

 

Através do envio de mensagens por telemóvel, a DST sugeriu aos visitantes o uso da “aplicação inteligente do fluxo de visitantes” para compreender a situação do fluxo de visitantes nos principais pontos de atracção turística de Macau e para decidir o trajecto adequado da sua viagem, a fim de orientar os visitantes para outros locais de interesse durante o período de pico do fluxo de visitantes.

 

Também foi destacado pessoal em dez pontos de atracção turística de Macau, para fornecer informações turísticas e indicações aos visitantes, ajudando a dividir o fluxo de visitantes e para minimizar o impacto no trânsito e na comunidade em volta dos pontos de atracção turística, mantendo assim a boa imagem do turismo de Macau.

 

Reforço no trabalho de fiscalização para enfrentar o período de pico de visitantes

No período da semanada dourada, a DST reforçou as inspecções nos principais pontos de atracção turística, postos fronteiriços e diferentes zonas da cidade, bem como continuou a combater, em conjunto com a Polícia de Segurança Pública, a prestação ilegal de alojamento, e manteve inspectores em regime de retenção 24 horas. O número de pessoal de atendimento nos balcões de Informações Turísticas também foi ajustado, consoante a necessidade. A Linha Aberta para o Turismo, (853) 2833 3000, manteve-se em funcionamento 24 horas, para responder às solicitações dos visitantes.

 

Em resposta à época alta de visitantes nos dias de feriado da semana dourada pelo 1 de Outubro, a DST realizou 101 acções de inspecção nos postos fronteiriços e pontos de atracção turística durante o período de 1 a 7 de Outubro (incluindo acções conjuntas da Divisão de Inspecção da DST e com outros serviços competentes). No decorrer das acções, não encontraram qualquer caso de “guias turísticos ilegais”.

Em conjunto com o CPSP, a DST realizou seis inspecções conjuntas a fracções autónomas suspeitas de prestação ilegal de alojamento, tendo selado três fracções suspeitas de prestação ilegal de alojamento.

 

Prosseguir com série de preparativos para melhorar a qualidade do ambiente de turismo

A DST atribui grande importância à capacidade de acolhimento turístico durante os feriados, tendo realizado preparativos em várias frentes, para procurar reduzir a pressão nos pontos de atracção turística mais procurados. Neste sentido, a DST recolheu dados do fluxo de pessoas da zona do Largo Senado até às Ruínas de S. Paulo com base da Internet das Coisas, para optimizar a previsão do fluxo de visitantes em pontos turísticos.

 

A DST irá continuar a ouvir as opiniões dos diversos sectores e a manter uma boa comunicação com as partes envolvidas para optimizar continuamente o ambiente de turismo e a qualidade dos serviços, bem como reforçar a aplicação das novas tecnologias, promover o turismo inteligente, ajudar a dividir o fluxo de visitantes e melhorar a sua experiência em Macau.

 

O número de entradas de visitantes durante a semana dourada pode ser consultado na plataforma criada pela DST, Macao Tourism Data plus (disponível em http://dataplus.macaotourism.gov.mo).

Actualizada: 08/10/2019