Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2019 -12 -10 [Voltar]
4.° Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios.Macau anuncia premiados – Embaixadoras-estrelas Juliette Binoche e Carina Lau na passadeira vermelha do encerramento do evento (Fonte: Comissão Organizadora do Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios.Macau)

O 4.° Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios.Macau (International Film Festival & Awards.Macao - IFFAM) encerrou hoje (dia 10), com uma cerimónia de entrega de prémios realizada no Centro Cultural de Macau. A cerimónia contou com a presença de centenas de convidados, incluindo realizadores, estrelas de cinema e profissionais da indústria cinematográfica de renome a nível internacional, entre outros. Esta edição do festival apresentou ao público um leque de 50 filmes e seis curtas-metragens, dos quais 10 longas-metragens a concorrerem a cinco prémios da secção de Competição Internacional do IFFAM, sete a integrarem a secção de competição do Novo Cinema Chinês que inclui outros cinco prémios, e ainda o Prémio da NETPAC (Network for the Promotion of Asian Cinema - Rede de Promoção do Cinema Asiático), entre outros galardões, cujos vencedores foram anunciados na cerimónia de entrega de prémios desta noite. O festival fechou o pano com o filme de encerramento “I’m Livin’ It”, de Hong Kong.

 

A cerimónia de entrega de prémios contou com a presença dos convidados: o Chefe do Gabinete de Estudos das Políticas do Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da RPC na RAEM, Ran Bo; a directora da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) e presidente da comissão organizadora do 4.° IFFAM, Maria Helena de Senna Fernandes; o vice-presidente executivo da Comissão Organizadora do IFFAM e presidente da Associação de Cultura e Produções de Filmes e Televisão de Macau, Alvin Chau; os três vice-presidentes da Comissão Organizadora do IFFAM – os subdirectores da DST, Cheng Wai Tong e Ricky Hoi, e o vice-presidente do Instituto Cultural, Chan Kai Chon; a presidente do Conselho da Associação de Cultura e Produções de Filmes e Televisão de Macau e secretária-geral da Comissão Organizadora do IFFAM, Alice Augusto; o director artístico do IFFAM, Mike Goodridge; a chefe de gestão do IFFAM, Lorna Tee; a chefe do Gabinete da Indústria do IFFAM, June Wu; a par com realizadores de renome internacional, estrelas de cinema, e outros profissionais da indústria cinematográfica, entre centenas de convidados oriundos de todo o mundo, que pisaram a passadeira vermelha e participaram na ocasião. Como mestres de cerimónia, a ocasião contou com as celebridades e apresentadores de Hong Kong, Timmy Hung, King Kong e Astrid Chan.

 

A lista de convidados proeminentes que participou na cerimónia de entrega de prémios incluiu também: o presidente do júri da secção de Competição Internacional do IFFAM, Peter Chan Ho-sun, acompanhado dos restantes membros do júri, Ellen Eliasoph, Dian Sastrowardoyo, Midi Z e Tom Cullen; o presidente do júri da secção do Novo Cinema Chinês do IFFAM, Cristian Mungiu, e os membros do júri, Kirsten Tan, Noah Cowan (antigo director executivo do Festival Internacional de Cinema de São Francisco)e Qiu Yang; os três membros do júri da NETPAC (Network for the Promotion of Asian Cinema - Rede de Promoção do Cinema Asiático) - Ahmed Shawky (director artístico adjunto do Festival Internacional de Cinema do Cairo), Soudade Kaadan e Wang Yao. O embaixador do IFFAM, Wang Xiaoshuai, e as duas embaixadoras-estrela, Juliette Binoche e Carina Lau, também estiveram presentes.

 

Vários convidados marcaram ainda presença na ocasião: o director executivo do Festival de Cinema de Jerusalém, Noa Regev; a directora do Festival de Cinema do Leste Asiático de Londres, Hye-Jung Jeon; e o director artístico do Festival Internacional de Cinema de Busan, Jay Jeon. Pela passadeira vermelha passaram também: a actriz em foco, Zhou Dongyu, os actores premiados como Melhor Actor e Actriz da Ásia, Aaron Kwok e Miriam Yeung, a estrela de cinema coreano em ascensão, Lim Yoon A, o famoso actor do Interior da China, Zhang Hanyu, entre muitas outras estrelas, que foram alvo da atenção de órgãos de comunicação social.

 

Na ocasião, a presidente da comissão organizadora do IFFAM, Maria Helena de Senna Fernandes, referiu que: “O cinema tem o poder de fazer parar o tempo ou de avançar cem anos em poucos minutos, de contar histórias verídicas e imaginárias, de fazer o público rir e chorar. Chegámos à recta final do 4.° Festival Internacional de Cinema e Cerimónia de Entrega de Prémios.Macau. Em seis dias partilhámos com o público mais de 50 películas fruto do trabalho árduo de cineastas de todo o mundo, e testemunhámos através do Intercâmbio para a Indústria Cinematográfica novos projectos de filmes preparados activamente pelas suas equipas de produção.” A responsável disse ainda que: “Macau é uma cidade criativa, de portas abertas para encetar cooperação em diferentes áreas, queremos explorar as possibilidades ilimitadas do mundo do cinema com a indústria cinematográfica de todo o mundo e em conjunto criar novas oportunidades.”

 

Durante a cerimónia de entrega de prémios, o embaixador, Wang Xiaoshuai, e as embaixadoras-estrela, Juliette Binoche e Carina Lau, receberam símbolos de apreço entregues pela organização.

 

Revelada a lista de premiados da secção de Competição Internacional

Integraram a Competição Internacional deste ano os 10 filmes: “Bellbird”, “Bombay Rose”, “Buoyancy”, “Family Members”, “Give Me Liberty, “Goldie”, “Homecoming”, “Lynn + Lucy”, “Two of Us” e “Two/One”. As 10 longas-metragens concorreram aos cinco prémios da secção decididos pelo júri, e ao prémio votado pelo público, o Prémio do Público de Macau.

 

Melhor Filme: “Give Me Liberty” (entregue pelo presidente do júri da secção de Competição Internacional, Peter Chan Ho-sun)

Melhor Realizador: Fyzal Boulifa, “Lynn + Lucy” (entregue pela membro do júri da secção de Competição Internacional, Ellen Eliasoph)

Melhor Actriz: Roxanne Scrimshaw, “Lynn + Lucy” (entregue pelo membro do júri da Competição Internacional, Tom Cullen)

Melhor Actor: Sarm Heng, “Buoyancy” (entregue pela membro do júri da secção de Competição Internacional, Dian Sastrowardoyo)

Melhor Argumento: Hamish Bennett, pelo argumento de “Bellbird” (entregue pelo membro do júri da secção de Competição Internacional, Midi Z)

Prémio do Público de Macau: “Buoyancy” (entregue pelo embaixador do IFFAM, Wang Xiaoshuai)

 

Novo Cinema Chinês bastante competitivo

A outra secção de competição do festival, o Novo Cinema Chinês, contou com sete filmes: “Better Days”, “Dwelling In The Fuchun Mountains”, “Lucky Grandma”, “To Live To Sing”, “Wet Season”, “Wisdom Tooth” e “Over The Sea”, concorrentes a prémios em cinco categorias.

 

Melhor Filme: “Dwelling In The Fuchun Mountains” (entregue pelo presidente do júri da secção do Novo Cinema Chinês, Cristian Mungiu)

Melhor Realizador: Anthony Chen, “Wet Season” (entregue por Aaron Kwok e Miriam Yeung)

Melhor Actriz: Zhou Dongyu, “Better Days” (entregue pelo membro do júri da secção do Novo Cinema Chinês e antigo director executivo do Festival Internacional de Cinema de São Francisco, Noah Cowan)

Melhor Actor: Xiaoliang Wu, “Wisdom Tooth” (entregue pela embaixadora-estrela do IFFAM, Carina Lau)

Melhor Argumento: Johnna Ma, pelo argumento de “To Live To Sing” (entregue pelos membros do júri da secção do Novo Cinema Chinês, Kirsten Tan e Qiu Yang)

 

Vários outros galardões foram também entregues durante a cerimónia para distinguir filmes e profissionais de cinema com desempenho excepcional, incluindo à famosa realizadora do Interior da China, Li Shaohong. Formada no Departamento de Realização da Academia de Cinema de Pequim, Li Shaohong começou a trabalhar como realizadora a partir de 1983, ganhando notoriedade com a direcção do seu primeiro filme de suspense, ao longo da sua carreira esteve por trás da realização de várias películas aclamadas e premiadas internacionalmente, como “Bloody Morning”, “Blush”, “Stolen Life”, entre outras, tendo dirigido também várias séries de televisão populares. “A City Called Macao”, que contou a sua direcção, foi exibido na secção de Apresentações Especiais do IFFAM. Durante a cerimónia de encerramento, Li Shaohong foi agraciada com o Prémio de Carreira “Espírito do Cinema”, entregue pela presidente da comissão organizadora do IFFAM (em representação do Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura), Maria Helena de Senna Fernandes.

 

Por outro lado, “To Live To Sing” recebeu o Prémio NETPAC (Network for the Promotion of Asian Cinema - Rede de Promoção do Cinema Asiático, entregue pelos três membros do júri da NETPAC, Soudade Kaadan, Ahmed Shawky e Wang Yao). O filme coreano “Parasite” recebeu o Prémio de Filme Sucesso de Bilheteira Asiático de 2019 (entregue pela embaixadoras-estrela, Juliette Binoche). O Prémio das Próximas Estrelas Asiáticas da Variety distinguiu ainda oito actores: Lim Yoona (Coreia), Bea Alonzo (Filipinas), Jennis Oprasert (Tailândia), Praewa Suthamphon (Tailândia), Bhumi Pednekar (Índia), Lien Binh Phat (Vietname), Ryota Katayose (Japão) e Asmara Abigail (Indonésia) (entregues pelo editor da revista americana Variety para a Ásia, Patrick Frater, e pela chefe de gestão do IFFAM, Lorna Tee). Outros prémios incluíram ainda: o Prémio Críticos Cinéfilos para o Novo Cinema Chinês, ganho por “Wet Season” (entregue pelo vice-presidente de Comunicação e Marketing de Conteúdo da Sands China Ltd., Jeffrey Jiang, e pelo presidente e director executivo de MGM China Holdings Limited, Grant Bowie); e o Prémio Críticos Cinéfilos para o Melhor Filme de Macau das Apresentações Especiais para o 20.° Aniversário da RAEM , atribuído a “Years of Macao” (entregue pelo assessor da Galaxy Entertainment Group, Jorge Neto Valente, pela vice-presidente sénior de Comunicação do Wynn Macau e Wynn Palace, Katharine Liu, e pela vice-presidente sénior das Relações Cooperativas e da Comunidade do Grupo Suncity, Gina Lei).

 

Melhor da secção de Competição de Curtas

A secção Competição de Curtas lançada pela primeira vez nesta edição do IFFAM, incluiu um selecção de quatro curtas-metragens: “Little Red Riding Hood”, “Lonely Encounter”, “Nocturne” e “Room 13”, com o Prémio de Melhor Curta-metragem, já entregue há dias, ganho por “Lonely Encounter”, dirigido por um jovem de Macau a estudar em Hong Kong.

 

Desde a primeira edição do festival de cinema, realizada em 2016, a Comissão Organizadora do IFFAM tem-se empenhado em criar oportunidades de intercâmbio a nível mundial para as indústrias culturais e criativas de Macau, tem movido esforços para o festival chegar à ribalta internacional, tornando-se mundialmente conhecido, impulsionando em simultâneo a diversificação e o desenvolvimento sustentável da indústria turística de Macau.

 

Mais detalhes sobre o 4.° IFFAM em: http://www.iffamacao.com/

Actualizada: 10/12/2019