Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2022 -01 -08 [Voltar]
“Feira de Diversões para Desfrutar Macau - Carnaval de Nostalgia” abre na Rua dos Ervanários para continuar a atrair visitantes e impulsionar a economia das zonas comunitárias


Lançamento da “Feira de Diversões para Desfrutar Macau - Carnaval de Nostalgia”

Lançamento da “Feira de Diversões para Desfrutar Macau - Carnaval de Nostalgia”

Feira de diversões temática atrai transeuntes

Feira de diversões temática atrai transeuntes

A série de actividades inseridas no programa da “Feira de Diversões para Desfrutar Macau”, organizadas desde o ano passado pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST), em colaboração com associações locais, foram muito bem acolhidas pelos residentes e visitantes. Com vista a apoiar o impulso do desenvolvimento do turismo comunitário e a dinamização da economia comunitária, a “Feira de Diversões para Desfrutar Macau” prossegue, desta vez na zona da Rua dos Ervanários e na Rua do Armazém Velho, sob o tema “Carnaval de Nostalgia”, para atrair mais visitantes a percorrer e ajudar a reanimar a economia das zonas comunitárias. A feira temática realiza-se todos os sábados e domingos, entre os dias 8 e 30 de Janeiro de 2022, das 14h00 às 20h00.

 

Sinergia de iniciativas para produzir impacto adicional
No âmbito da série de actividades da “Feira de Diversões para Desfrutar Macau”, realizaram-se sucessivamente desde o ano passado, nas Casas-Museu da Taipa e na zona ribeirinha do Centro de Ciência de Macau, o “Carnaval de Arte Criativa” e o “Carnaval de Luz”, com vista a promover as lojas com características próprias de Macau, os produtos dos países de língua portuguesa e culturais e criativos, dinamizar o fluxo de pessoas e a economia dos bairros comunitários. A iniciativa prossegue em Janeiro com a organização do “Carnaval de Nostalgia”, com cerca de 30 tendas na Rua dos Ervanários, Rua de Nossa Senhora do Amparo, Pátio de Chôn Sau, Pátio do Amparo, Calçada do Amparo e Rua da Tercena. Além disso, haverá um pequeno teatro aos fins-de-semana, cenários nostálgicos para tirar fotografias, jogos interactivos para pais e filhos e workshops, entre outros, dando continuidade ao evento “Arraial na Ervanários”, para promover em conjunto a diversificação dos produtos turísticos, e aprofundar a integração intersectorial de “turismo +”, mostrando simultaneamente o encanto da Macau antiga.

 

A cerimónia de abertura da feira temática “Carnaval de Nostalgia” decorreu hoje (dia 8), tendo sido presidida pela directora da Direcção dos Serviços de Turismo, Maria Helena de Senna Fernandes, o presidente do Conselho de Administração do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau, Lau Wai Meng, o chefe do Departamento de Promoção das Indústrias Culturais e Criativas do Instituto Cultural, Ho Hong Pan, o chefe da Divisão de Promoção de Negócios da Direcção dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico, Lau Kit Lon, e o presidente da Associação de Promoção ao Desenvolvimento de Distritos Históricos de Macau, Cheang Ka Hang.

 

Ao discursar na ocasião, Maria Helena de Senna Fernandes referiu que a série de actividades inseridas no programa da “Feira de Diversões para Desfrutar Macau” prosseguem agora na zona da Rua dos Ervanários, sob o tema “Carnaval de Nostalgia”, apresentando um programa apelativo, para promover um maior fluxo de pessoas, e criar um efeito sinérgico mediante a integração intersectorial “turismo +”, no sentido de atrair mais visitantes para os bairros comunitários e promover o desenvolvimento da economia comunitária. No futuro, a DST espera continuar a realizar vários eventos festivos e prosseguir com o trabalho de promoções online e presenciais, divulgando a mensagem de Macau como uma cidade segura e apropriada para visitar.

 

Organizada pela Associação de Promoção ao Desenvolvimento de Distritos Históricos de Macau e co-organizada pela Direcção dos Serviços de Turismo, esta iniciativa no âmbito da “Feira de Diversões para Desfrutar Macau” conta ainda com a cooperação da Direcção dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico, Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau, Gabinete de Apoio ao Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa e Instituto Cultural.

 

Para o cumprimento rigoroso das medidas de prevenção da pandemia, foi criada entrada e saída para a zona da feira temática. Ao entrar, é necessário exibir o Código de Saúde de Macau de cor verde válido, submeter-se à medição da temperatura corporal, usar máscara e manter uma distância social de um metro. No local foi ainda afixado o Código de Local para permitir aos visitantes acederem à aplicação de telemóvel do Código de Saúde de Macau para registar o seu percurso. A organização irá acompanhar de perto a situação pandémica, colaborar, de forma activa, com as orientações emitidas pelos Serviços de Saúde e proceder às medidas necessárias em tempo oportuno.

Actualizada: 08/01/2022