Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2006 -12 -05 [Voltar]
Turista de Hong Kong vence quinto sorteio do Passaporte do Património Mundial de Macau


Sorteados os prémios do quinto sorteio
do Passaporte do Património Mundial
de Macau

O Grande Prémio do quinto sorteio mensal da campanha do Passaporte do Património Mundial de Macau foi ganho por um turista de Hong Kong, à semelhança das quatro edições anteriores. A turista felizarda é Carol Chung, que vai receber um modelo em ouro da ex-líbris de Macau - as Ruínas de São Paulo -, no valor de 100,000 patacas, no âmbito da campanha lançada pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST), com o patrocínio da Fundação Macau.

Outros oito turistas, de Hong Kong e Taiwan,China foram também sorteados com Prémios Especiais, no valor total de 400,000 patacas, incluindo moedas de ouro, três noites em quarto duplo num hotel cinco estrelas de Macau e visitas pelo Património Mundial de Macau.

Os nomes dos sorteados foram retirados hoje pelo director da DST, João Manuel Costa Antunes, e pelos subdirectores da DST, Maria Helena de Senna Fernandes e Manuel Gonçalves Pires Júnior, a par com Ho Kuai Leng, membro do conselho de administração da Fundação Macau, numa cerimónia no Centro de Turismo de Negócios de Macau.

Este quinto sorteio mensal do passatempo do Passaporte do Património Mundial de Macau, referente ao mês de Novembro, reuniu mais de 300 candidatos. Desde o lançamento da campanha, no dia 1 de Julho, até 30 de Novembro, realizaram-se mais de dois mil sorteios instantâneos, onde foram distribuídas lembranças temáticas do Património de Macau e mais de 19 mil passaportes foram já distribuídos nos Balcões de Informação da DST.

A campanha do Passaporte do Património Mundial de Macau decorre até ao final de Dezembro e inclui três tipos de sorteios a que todos os participantes ficam habilitados: instantâneos, mensais e um no final do ano. O valor da totalidade dos prémios a distribuir nos seis meses de duração da campanha é de oito milhões de patacas.

Para participar no passatempo, os turistas que visitem Macau podem obter o seu passaporte nos Balcões de Informações da DST e outros locais designados. Durante a estada em Macau necessitam de obter quatro carimbos em locais que aderiram ao passatempo, incluindo no hotel onde pernoitam, numa loja onde despendam 300 patacas, e em dois monumentos do Centro Histórico de Macau que visitem.

A campanha do Passaporte Mundial de Macau tem como objectivo atrair mais turistas a visitar o território, a conhecerem a herança cultural da cidade, permanecerem mais tempo e aumentarem o consumo durante a sua estada.

Mais informações e resultados do sorteio
Macau World Heritage Passport 2006