Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2002 -02 -28 [Voltar]
Balanço de trabalho do ano 2001 e plano de trabalho do ano 2002 da DST


A Direcção dos Serviços de Turismo realizou hoje (dia 28) de Fevereiro uma conferência de imprensa e manteve um encontro de convívio com a Comunicação Social. O Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Dr. Chui Sai On, esteve presente na conferência de imprensa, tendo proferido um discurso. O Director dos Serviços de Turismo, Eng.º João Manuel Costa Antunes, fez um balanço dos resultados alcançados no sector de turismo e das principais acções promovidas no ano passado, bem como uma apresentação sobre os principais objectivos e estratégias políticas no sector de turismo traçados para o corrente ano.

Segundo referiu o Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura , Macau após ter recebido no ano 2000 mais de nove milhões de visitantes, bateu um novo recorde ao registar um número superior a 10 milhões de visitantes no ano passado. Estes números, além de serem encorajadores, demonstram ainda que Macau não foi afectada significativamented1 pelo incidente de 11 de Setembro, na medida em que muitas pessoas das regiões vizinhas preferiram passar as suas férias em Macau, em vez de se deslocarem para regiões mais longínquas.

Assim, ao fazer um balanço do ano transacto, verifica-se que, por um lado, Macau acolheu mais de 10 milhões de visitantes e que, por outro lado, a taxa de ocupação dos hotéis registou também uma subida, a qual se ficou a dever ao esforço envidado pela DST com o objectivo de prolongar a estada dos visitantes e estimular o seu consumo, política que, aliás, continuará a ser seguida.

Atendendo a que Hong Kong, a China Continental e Taiwan são os mercados prioritários para Macau, prevê-se que, com a política posta em vigor pela China Continental a partir deste ano no sentido de abrir aos seus residentes as visitas a Hong Kong e Macau, o número de visitantes da China Continental a Macau irá decerto conhecer um novo acréscimo, pelo que o sector de turismo e os seus operadores deverão estar para tal preparados. Acresce que, a qualidade do serviço a prestar pelo sector de turismo e das actividades correlacionadas terá de ser elevada por forma a que os visitantes sintam verdadeiramente a hospitalidade que Macau lhes dispensa.

Dada a relevância cada vez maior dos visitantes da China Continental para Macau, há toda a necessidade de estabelecer e intensificar os contactos e diálogos com as respectivas entidades públicas e privadas do sector do turismo, bem como de redobrar os esforços junto das suas cidades mais importantes, no que respeita ao desenvolvimento de acções destinadas a promover Macau junto dos cidadãos chineses. Com a entrada em funcionamento do Gabinete de Macau em Pequim, a secção de turismo que dele faz parte irá começar a desenvolver gradualmente as suas actividades, pelo que se espera que a mesma venha a desempenhar bem o seu papel de ponte de diálogo na consolidação e na promoção de Macau junto do mercado chinês.

No ano passado, visitaram Macau mais de 1.400 mil residentes de Taiwan, o que representou um aumento superior a 10%. Como é sabido, os residentes de Taiwan têm uma grande fé na Deusa A-Ma, pelo que a entrada em funcionamento da Aldeia da Cultura da Deusa A-Ma poderá atrair ainda mais visitantes de Taiwan a Macau. O êxito alcançado pelo Festival de Cultura e Turismo da Deusa A-Ma, organizado no ano passado, encorajou a promoção do turismo cultural sob o lema "Macau - Cidade de Cultura".

O número de queixas apresentadas no Gabinete de Apoio ao Turista decresceu em relação ao registado no ano 2000, assim como o montante global dos valores envolvidos. Mais de 80% destes valores já foram restituídos aos queixosos com o apoio daquele Gabinete. A Assembleia Legislativa procedeu à revisão das correspondentes leis, no sentido do agravamento das multas a aplicar e com o objectivo de combater, através de uma colaboração interdepartamental, a venda de produtos de marca falsificados e as fraudes praticadas por estabelecimentos comerciais, o que representa mais um passo na protecção dos direitos dos visitantes consumidores e na consolidação da boa imagem turística de Macau.

A DST tem para o corrente ano um orçamento global de MOP$186,392,800,00.

A DST irá decerto aplicar com eficácia os seus recursos para alcançar o objectivo de expandir os mercados de proveniência dos visitantes.

Em paralelo ao desenvolvimento de acções de promoção turística e de expansão dos mercados, haverá que criar um ambiente hospitaleiro, o que implica a necessidade de realização de campanhas de sensibilização junto da população, por forma a que a mesma passe a ter um maior conhecimento do sector. A este propósito, a DST realizou com grande sucesso, no ano passado, uma acção promocional de grande envergadura intitulada "Bem-Vindo a Macau", bem como a "Campanha de Sensibilizaçao do Turismo de Macau" e a "Campanha Passaporte Bem-Vindo a Macau", sendo que a Campanha "Bem-Vindo a Macau" recebeu o Prémio de Ouro da PATA.

Neste ano, a "Campanha de Sensibilizaçao do Turismo de Macau" irá concentrar os seus esforços em acções de divulgação e educação junto de estudantes, operadores do sector de turismo e similar e organizações populares, para aprofundar, através das mais variadas actividades a promover pela DST, os seus conhecimentos sobre o sector do turismo de Macau. Estas acções incluirão: um concurso de produção dos meios de divulgação, cursos de formação de curta duração para profissionais do sector, a promoção da nova imagem do condutor de triciclo, etc, as quais serão acompanhadas da devida divulgação junto da imprensa escrita e electrónica.