Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2006 -09 -01 [Voltar]
Alemanha e Taiwan,China abrem o pano do Wynn Macau - 18º Concurso Internacional do Fogo de Artifício de Macau


Equipa da Alemanha prontos para um longo dia de preparativos para Sábado

Equipa de Taipé, China à saída do hotel antes de um dia de preparativos para Sábado
Os alemães NICO-Lunig Event, uma das maiores empresas germânica fabricante pirotécnica e produtora de espectáculos de fogo de artificio, sentem a pressão de serem a equipa que vai abrir o Wynn Macau - 18º Concurso Internacional do Fogo de Artifício de Macau, um dos maiores eventos do género no mundo.

"O Concurso de Fogo de Artifício de Macau é como um grande campeonato da modalidade. Estão cá os melhores do mundo. É uma competição difícil", indica Martin Schmitz, o chefe da equipa alemã, que actua às 21:00 de Sábado, 2 de Setembro.

A grande aposta da equipa - participante nas edições da competição pirotécnica de Macau de 1992, 1995, 1998 (2o lugar), 2000 (3o lugar) e 2002 -, para este ano é encher a noite do território de cor, sons e tradições do seu país de origem.

"Nós quisemos trazer um espectáculo especial, com coisas especiais da Alemanha. Nós optámos por usar músicas variadas, populares na Alemanha", indica Martin Schmitz, director de vendas da NICO-Lunig Event, empresa que ao longo do ano organiza grandes festas pirotécnicas na Alemanha e marca presença em eventos europeus.

A segunda equipa a exibir os seus dotes nos céus de Macau, às 22:00 de Sábado, é a Wan Dar Fireworks, vinda de Taiwan, China, outra "veterana" do Concurso Internacional do Fogo de Artifício de Macau.

A Wan Dar Fireworks, a maior e mais antiga fabricante e produtora de espectáculos pirotécnicos de Taiwan,China, foi uma das equipas participantes na edição número um do concurso, em 1989, tendo participado depois em 1992, 1998 e 2004.

Uma das surpresas que a Wan Dar preparou para este ano, é a música que vai acompanhar da coreografia pirotécnica, da autoria do compositor de renome Huang Shih, de Taiwan,China.

"Nós até convidámos o compositor Huang Shih para vir a Macau assistir à nossa exibição. No futuro, nós queremos mesmo convencê-lo a compor música de propósito para os nossos espectáculos de fogo de artifício. Nesta vinda a Macau ele vai poder inspirar-se", refere Lee Gwo Shyong, responsável pela equipa de Taiwan,China.

Mais do que ser ou não premiada, a equipa participa no famoso Concurso Internacional do Fogo de Artifício de Macau para "ganhar mais experiência e visibilidade internacional", indica Lee Gwo Shyong, director técnico da empresa que tem colorido os céus de Taiwan,China durante os grandes eventos nas últimas décadas e mostrado o seu talento em outras partes do mundo.