Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2007 -09 -15 [Voltar]
Abertura do 19º Concurso Internacional de Fogo de Artifício de Macau

O Wynn Macau - 19º Concurso Internacional de Fogo de Artifício de Macau teve hoje início com exibições de equipas da Inglaterra e Coreia do Sul.

Numa cerimónia decorrida na praça ao ar livre da Torre de Macau, o director da Direcção dos Serviços de Turismo (DST), João Manuel Costa Antunes, entidade organizadora do evento, e o presidente da Wynn Macau, Ian Coughlan, patrocinadora oficial do concurso, deram hoje início a cinco grande noites de espectáculos piro-musicais.

O Wynn Macau - 19º Concurso Internacional de Fogo de Artifício de Macau apresenta ao longo das próximas duas semanas exibições pirotécnicas com música sincronizada trazidas por equipas de destaque vindas de dez diferentes países e territórios. Em cada noite haverá duas actuações, com hora marcada às 21:00 e às 22:00.

As dez equipas competem por prémios para os três melhores classificados pelo júri. Por ordem de actuação, depois das exibições de hoje da Kimbolton Fireworks Limited, do Reino Unido e da Hanwha Corporation, da Coreia do Sul, seguem-se, no próximo sábado, a Five Star Fireworks, da Austrália e a San Tai Fireworks, de Taiwan, China. No dia 25 de Setembro, véspera do feriado do Festival do Bolo Lunar, actua o Grupo Luso Pirotecnia, de Portugal e a Starmaker, das Filipinas. Dia 29 de Setembro, é a vez dos Illumination Internationale, dos Estados Unidos da América e dos Marutamaya Ogatsu Fireworks, do Japão, mostrarem o seu talento. O concurso fecha o pano no dia 1 de Outubro, feriado do Dia da Implantação da República Popular da China, com os Artifices JCO, de França e os Hunan Xintiancheng Fireworks Manufacturing, do Interior da China.

Este ano, pela primeira vez, a Rádio Macau (canal chinês) transmite em FM100.7 a música sincronizada trazida pelas equipas para acompanhar o espectáculo de fogo de artifício. Entretanto, o público pode uma vez mais contar com aparelhos de transmissão sonora na Praça ao Ar Livre da Torre de Macau, na baía da Rua da Torre de Macau e no largo em frente à Estátua da Deusa Kun Iam, na Av. Dr. Sun Yat Sen.

Antes dos espectáculos de fogo de artifício encherem os céus da cidade, a DST realizou, no lobby da Torre de Macau, a apresentação do livro "A arte do fogo de artifício em Macau", da autoria de Anita Fung Pou Chu e Lei Ip Fei. No mesmo local foi inaugurada uma mostra de pintura, "Fogo de Artifício na Cidade Mágica", com 25 pinturas a óleo, de uma das autoras do livro, Anita Fung. Mil exemplares do livro "A arte do fogo de artifício em Macau" estarão à venda no lobby da Torre de Macau durante as noites de exibições do concurso de fogo de artifício. O livro é uma edição bilingue chinês-inglês redigida por dois amantes da arte da pirotecnia. O livro recorda, entre outros, os dezoito anos de história do Concurso Internacional de Fogo de Artifício de Macau, o desenvolvimento da técnica do fogo de artifício e panchões, a arte e cultura do fogo de artifício, apreciação artística do fogo de artifício.

Ao final do dia de hoje abriu, entretanto, mais uma edição do Arraial de Fogo de Artifício. Organizado pela DST e União Geral das Associações dos Moradores de Macau. O arraial tem espectáculos agendados, mais de 20 tendinhas com comes e bebes na zona ribeirinha junto à Torre de Macau. O Arraial terá lugar em cada noite de fogo de artifício, das 17:00 às 23:00.