Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2005 -01 -04 [Voltar]
A DST continua a apoiar os residentes de Macau na Tailândia


Os voluntários de Macau doaram os medicamentos fornecidos pelo Governo da RAEM aos hospitais de Kha
Na sequência do maremoto provocado pelo tremor de terra ocorrido na Indonésia e que afectou o sudeste asiático a Direcção dos Serviços de Turismo de Macau recebeu vários pedidos de informação e de ajuda de residentes de Macau.

Direcção dos Serviços de Turismo de Macau recebeu, desde as 12H00 de ontem (dia 3) de Dezembro até às 16H00 de hoje (4 de Janeiro), uma única chamada para fornecimento de dados, através do número (853) 315 566.

Assim, desde o dia 27 do mês passado até hoje (dia 4) às 16h00, a DST recebeu um total de 70 chamadas, das quais 27 foram pedidos de ajuda, 23 para a obtenção de informações e 20 para fornecimento de dados à DST. Os pedidos de auxílio foram no sentido de encontrar familiares e amigos incontactáveis e que passavam férias nas zonas afectadas, como ainda transporte. A DST tomou imediatamente acções relacionadas com os respectivos casos.

A competente entidade tailandesa DVICC(Disaster Victims Internacional Coordination Center) apela a todos os países e territórios, que forneçam os resultados dos testes de ADN dos familiares consaguineos dos desaparecidos. Os testes de ADN deverão ser feitos em laboratórios de referência, segundo protocolo internacional acordado, podendo ser realizados no Laboratório da Polícia Judiciária de Macau.

Para facilitar o trabalho dos funcionários da DST e dos voluntários na Tailândia, na procura dos residentes desaparecidos, a DST continua a enviar para a Tailândia, os relatórios dos testes de ADN e outros dados fornecidos pela Direcção dos Serviços de Identificação e Serviços de Saúde de Macau.

O médico voluntário prestou serviço de apoio psicológico aos residentes de Macau em Phuket e Banguecoque e continua apoiar nos trabalhos de busca dos desaparecidos.

Os Serviços de Turismo continuam a acompanhar de perto o desenrolar da situação.