Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2007 -08 -18 [Voltar]
Operadores turísticos do sudeste asiático em segunda edição da "Macau Race"

A Direcção dos Serviços de Turismo (DST) voltou a convidar este ano representantes da indústria turística de cinco países e territórios asiáticos para visitarem a cidade e participar na "Macau Race", uma forma diferente de conhecerem a fundo a oferta turística da cidade.

Pelo segundo ano consecutivo, a DST desafiou cerca de quatro dezenas de representantes de agências de viagens e companhias aéreas de Singapura, Malásia, Tailândia, Filipinas e Taiwan, a participarem na "Macau Race". O grupo, que integra também membros da imprensa e representantes da DST dos cincos países e territórios participantes, chegou a Macau no dia 17, para uma estadia de quatro dias.

"A região do Sudeste Asiático e Taiwan são mercados de turistas importantes para Macau. Actualmente, temos voos directos para Singapura, Malásia, Tailândia, Filipinas e Taiwan. Com o apoio dos nossos representantes nestes mercados, a DST vai continuar a fortalecer o trabalho de promoção para ampliar o número de turistas oriundos destes locais," referiu o director da DST, João Manuel Costa Antunes.

Nos últimos três anos, o crescimento médio do número de turistas internacionais (conceito que exclui os turistas da chamada Grande China - Continente Chinês, Hong Kong e Taiwan) atingiu os 40 por cento, com os mercados do Sudeste Asiático a registarem um aumento particularmente proeminente. Nos primeiros seis meses deste ano, o número de visitantes do sudeste asiático aumentou 68.92 por cento.

Entre Janeiro e Junho deste ano, Macau recebeu 12,6 milhões de visitantes, um crescimento de 21,28 por cento, com os países de sudeste asiático a manterem um forte crescimento, na ordem dos 100 por cento, no caso da Malásia, 66 por cento na Tailândia, 46 por cento de Singapura e 46,16 por cento das Filipinas.

A aventura da "Macau Race" decorre ao longo do dia de hoje, com os 40 participantes, divididos em 12 equipas de duas pessoas. Para participarem na "Macau Race", cada equipa recebeu apenas doze imagens de locais turísticos, restaurantes e lojas de Macau, Taipa e Coloane, um guia turístico de Macau e 200 patacas.

Os concorrentes têm de planear o roteiro, com passagem obrigatória pelos doze locais turísticos contidos em fotografias previamente distribuídas pelas equipas. Em cada paragem há ainda determinadas tarefas que as equipas têm de cumprir, incluindo visitas a museus, compra de coisas típicas de Macau, fazer iguarias locais, procurar de material histórico, experimentar um simulador de carros de corrida, aventura no Sky Walk, entre outros.

Ao longo do percurso, as equipas vão acumulando peças de um puzzle que, quando completo, revela o local onde têm de se dirigir para finalizar a corrida. A equipa mais rápida vence o desafio. Os primeiros classificados recebem um prémio de 5,000 patacas, os segundos 4,000 e os terceiros 3,000.

A DST premiará ainda a equipa que tiver criado o plano considerado melhor através das imagens fornecidas. O roteiro vencedor será promovido nos cinco países e territórios asiáticos participantes.

Os prémios são entregues aos vencedores esta noite por responsáveis da DST num jantar na Doca dos Pescadores.