Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2008 -11 -28 [Voltar]
O Governo da RAEM prestará apoio aos residentes retidos na Tailândia
(Fonte : Gabinete de Gestão de Crises do Turismo no Exterior)

O Governo da RAEM vai providenciar um voo charter para transportar os mais de 150 residentes de Macau, que se encontram retidos na Tailândia, de volta ao território, amanhã (dia 29 de Novembro), e vai continuar acompanhar a situação de perto e fazer tudo o que estiver ao seu alcance para apoiar os que precisam.

O Gabinete de Gestão de Crises do Turismo no Exterior (GGCTE) realizou, esta noite (28 de Novembro), uma conferência de imprensa durante a qual o coordenador do Gabinete, Costa Antunes, disse que o Governo da RAEM já fretou um avião (Airbus A321) à Air Macau para transportar de volta os residentes que se encontram retidos naquele país. O avião irá levantar voo do Aeroporto U-Tapao, na Tailândia, amanhã, às 14h00 (hora tailandesa), prevendo-se a sua chegada a Macau ao final da tarde de amanhã.

Costa Antunes adiantou que o voo charter vai trazer 114 turistas integrados em seis grupos turísticos de Macau e pessoas que estão a viajar individualmente, mas que contactaram o GGCTE e confirmaram o lugar neste voo.

O mesmo responsável disse ainda que todos os encargos serão suportados pelo Governo da RAEM, incluindo os custos com o voo charter e transporte entre a cidade de Banguecoque e o aeroporto de U-Tapao, montante este que ronda as 500 mil patacas.

O GGCTE continuará a acompanhar a situação de perto e prestará apoio aos residentes retidos na Tailândia. Até ao momento, este gabinete recebeu 70 pedidos de informação.