Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2005 -12 -15 [Voltar]
Karting é uma "mini-F1", diz piloto de Macau


João C. Afonso, ou Johnny Afonso conforme
o “nome de corrida”
Após seis participações no Grande Prémio de Macau, João Carlos Afonso, um dos pilotos locais que participa no Grande Prémio Internacional de Kart de Macau, trocou definitivamente os carros de turismo pelo karting.

"Eu comecei a correr em kart, porque é muito mais divertido, é mais competitivo. É uma mini-Fórmula 1, é uma escola para ser um bom piloto", conta João Carlos Afonso, ou Johnny Afonso, conforme o "nome de corrida".

Uma das razões que levaram João C. Afonso a escolher a "mini-F1" foi também o facto de em Macau não conseguir encontrar mecânicos à altura das suas ambições.

João C. Afonso participa este fim de semana na prova Intercontinental A - uma das mais importantes da modalidade, a par com a Fórmula A.

O piloto macaense confessa que tem pouca esperança em subir ao pódio este fim de semana, devido a um "ponto fraco": com 36 anos, quando está na pista arrisca menos do que os seus concorrentes mais novos.

Depois de ter trocado o kart pelos carros de turismo em 2003, o piloto de Macau, participa desde o ano passado no campeonato de kart da China, o All China, tendo obtido um terceiro lugar este ano em Xangai, sempre acompanhado do seu indispensável mecânico holandês.

No próximo ano, João C. Afonso ambiciona participar em todas as rondas do Campeonato Asiático Aberto de Karting 2005 e "terminar, pelo menos, entre os 10 melhores".

A paixão de João Afonso começou cedo, com quatro anos o pai levou-o a ver o Grande Prémio de Macau, e ele disse "um dia, eu quero correr aqui", para grande preocupação do pai.

"Depois disso eu passei a adorar carros", refere Johnny Afonso, que considera que Macau tem "todas as condições" para organizar uma prova do Campeonato do Mundo de Kart.

João C. Afonso considera que Macau deveria ter uma escola para pilotos para ajudar muitos como ele, que sentem despertar o "bichinho" das corridas, a concretizar o seu sonho.

"Em Macau há muitos miúdos que adoram desportos motorizados. É pena que não haja uma escola, Macau podia criar bons pilotos de F3 e mesmo de F1", afirma.

João C. Afonso é a par com Lei Kit Meng e Wong Shu Bo (ambos a correr na categoria Rotax Max 125 Senior) um dos nomes locais que correm no Campeonato Internacional de Kart de Macau, que decorre este fim de semana concentra no Kartódromo de Coloane a elite do mundo com os ases asiáticos do karting.