Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2021 -11 -18 [Voltar]
“Festival de Luz de Macau 2021 - Viajantes de Marte” ilumina a cidade em Dezembro, dinamiza economia comunitária com “turismo + cultura e criatividade”

O “Festival de Luz de Macau 2021 - Viajantes de Marte”, organizado pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST), terá lugar entre 4 de Dezembro de 2021 e 2 de Janeiro de 2022. O evento irá estender-se pelas diferentes zonas da cidade, incluindo Taipa e Coloane, com instalações de luz, jogos interactivos e espectáculos de vídeo mapping, numa integração de “turismo + cultura e criatividade”, que permitirá promover a economia dos bairros comunitários, e celebrar em conjunto com os residentes e visitantes os feriados festivos.

A DST realizou hoje (dia 18), no Centro de Ciência de Macau, uma conferência de imprensa para apresentar o conteúdo do Festival de Luz de Macau 2021. No encontro com a imprensa esteve presente a directora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, a presidente substituta do Instituto Cultural, Leong Wai Man, os subdirectores da DST, Cheng Wai Tong e Ricky Hoi, a subdirectora interina da Direcção dos Serviços de Assuntos de Subsistência, Fong Fong Tan, o director do Museu Marítimo da Direcção dos Serviços de Assuntos Marítimos e de Água, Sit Kai Sin, o chefe da Divisão de Promoção de Negócios da Direcção dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico, Lau Kit Lon, o vice-curador do Centro de Ciência de Macau, Sylvester Cheong, entre outros.

Festival abre em esplendor no dia 4 de Dezembro
Ao discursar na ocasião, Maria Helena de Senna Fernandes referiu que o Festival de Luz de Macau volta a entrar nas zonas comunitárias, a integrar o “turismo + cultura e criatividade”, a adicionar programas de entretenimento à noite, enriquecendo as experiências turísticas, na esperança de atrair os visitantes a deslocarem-se e consumirem nos diferentes bairros, trazendo mais benefícios económicos para os comerciantes e promovendo a economia nocturna e comunitária. A directora da DST indicou ainda que, este ano, o Festival de Luz de Macau será realizado novamente em Dezembro, estendendo-se até 2 de Janeiro do próximo ano, abarcando várias festividades, incluindo o Dia Comemorativo do Estabelecimento da Região Administrativa Especial de Macau, Solstício de Inverno, Natal, Passagem de Ano e dia de Ano Novo. Este ano, o Festival de Luz de Macau será lançando no dia 4 de Dezembro juntamente com a “Gala de Drones Brilha sobre Macau”, organizada pela DST pela primeira vez, na expectativa de atrair mais visitantes para Macau e celebrar em conjunto esta época festiva.

O Festival de Luz de Macau, que se realiza pelo sétimo ano, terá lugar entre 4 de Dezembro de 2021 e 2 de Janeiro de 2022, das 19h00 às 22h00 (com o último espectáculo de vídeo mapping de cada noite a começar às 21h50), subordinado ao tema “Viajantes de Marte”, para trazer animação e energia positiva aos residentes e visitantes, e destacar a imagem de Macau como uma cidade saudável e apropriada para visitar.

Promover a economia comunitária para beneficiar as pequenas e médias empresas
Este ano, pela primeira vez, o Festival de Luz de Macau inclui também o Centro de Ciência de Macau e a Ponte Cais da Barra, entre os novos locais. Percorrendo as ruas e os becos da cidade, o evento adiciona um programa de entretenimento à noite, com o objectivo de atrair os residentes e visitantes a deslocarem-se e consumirem nos diferentes bairros comunitários, em prol das pequenas e médias empresas, da promoção da economia nocturna e da dinamização da economia comunitária. Por outro lado, a “Gala de Drones Brilha sobre Macau” terá lugar todos os sábados de Dezembro, e no Dia Comemorativo do Estabelecimento da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), no Lago Nam Van, que é também um dos locais de realização do Festival de Luz de Macau, reforçando a experiência de entretenimento audiovisual.

Locais abrangidos pelo Festival de Luz de Macau: 
1. Zona Nova de Aterros do Porto Exterior (NAPE): Inclui a Praça e Marginal do Centro de Ciência de Macau, e a Passagem pedonal entre o Centro Cultural de Macau e a Zona de Lazer da Marginal da Estátua de Kun Iam;
2. Zona de Nam Van: Anim’Arte NAM VAN, Centro Náutico da Praia Grande e corredor de ligação entre os dois locais;
3. Zona Norte: Zona de Lazer da Rua do General Ivens Ferraz;
4. Zona da Praia do Manduco: Ponte Cais n.º 1 e Ponte Cais da Barra;
5. Zona do Centro: Percurso de ligação da Calçada do Amparo, Pátio de Chôn Sau, Rua dos Ervanários, Rua de Nossa Senhora do Amparo e Largo do Pagode do Bazar;
6. Taipa: Percurso de ligação entre a escadaria entre a Rua Direita Carlos Eugénio e a Calçada do Quartel, Feira do Carmo, Largo dos Bombeiros e Centro Histórico da Vila da Taipa;
7. Coloane: Largo do Bazar, Capela de São Francisco Xavier e Largo Eduardo Marques.

Integrar “turismo + cultura e criatividade” para impulsionar sinergia das indústrias
O “Festival de Luz de Macau 2021 - Viajantes de Marte” irá apresentar instalações de luz, jogos interactivos e espectáculos de vídeo mapping. Equipas de Macau, Hengqin, Changsha e Tóquio irão apresentar os quatro espectáculos de vídeo mapping do festival. Além disso, o evento inclui também jogos para ganhar presentes, oferecendo lembranças temáticas especiais. O Festival de Luz de Macau combina elementos turísticos e culturais e criativos, para mostrar as características e a imagem turística diversificada de Macau, ajudando a impulsionar a ligação entre o turismo e as indústrias culturais e criativas, aprofundando a integração intersectorial do “turismo +”.

Nova aposta em local para espectáculos de vídeo mapping
Quatro espectáculos de vídeo mapping serão projectados em edifícios e pontos de atracção turística da cidade. O Centro de Ciência de Macau é uma nova aposta de local para a realização de espectáculos de vídeo mapping. A Capela de São Francisco Xavier em Coloane figura este ano como um dos locais de espectáculos de vídeo mapping do Festival de Luz de Macau. Em 2014, a DST apresentara já espectáculos de vídeo mapping na Capela de São Francisco Xavier em Coloane, entre outros locais, em comemoração do 15.° Aniversário do Estabelecimento da RAEM. Por outro lado, o Largo do Pagode do Bazar da Zona do Centro e o Largo dos Bombeiros da Taipa, continuam a ser este ano locais de realização de espectáculos de vídeo mapping do Festival de Luz de Macau.

A Direcção dos Serviços de Assuntos de Subsistência da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin irá apresentar, pela primeira vez, um espectáculo de vídeo mapping integrado no Festival de Luz de Macau, mostrando uma boa perspectiva para o futuro desenvolvimento da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin. Por outro lado, pela primeira vez, o Festival de Luz de Macau conta com uma equipa oriunda duma Cidade Criativa da UNESCO em Artes e Média - Changsha, para participar na realização de espectáculos de vídeo mapping.

Os temas dos espectáculos de vídeo mapping abrangem história e cultura de Macau, Cidade Criativa da UNESCO em Gastronomia, entre outros:
1.    Centro de Ciência de Macau: “Sabor Original de Macau”, pela equipa oriunda de uma das Cidades Criativas da UNESCO em Artes e Média - Changsha;
2.    Largo do Pagode do Bazar da Zona do Centro: “Nós”, apresentado pela Direcção dos Serviços de Assuntos de Subsistência da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin;
3.    Largo dos Bombeiros na Taipa: “GLID”, pela equipa criativa de Tóquio. Embora a equipa não possa deslocar-se pessoalmente a Macau devido à pandemia, os trabalhos de vídeo mapping criados pela equipa foram enviados através da internet, e a entidade co-organizadora de Macau apoiará na realização da projecção, fornecendo equipamentos e pessoal técnico;
4.    Capela de São Francisco Xavier em Coloane: “Em Pares”, pela equipa criativa de Macau.

Jogos online e no local para troca de lembranças
Na página electrónica do Festival de Luz de Macau 2021 (mlf.macaotourism.gov.mo/index_en.html), o público pode completar um jogo online e, mediante registo de imagem, e seguindo as instruções para partilhar o resultado nas plataformas sociais e completar os requisitos especificados, poderá deslocar-se a qualquer um dos locais de troca de lembranças do festival para apresentar a respectiva prova, e trocar por presentes temáticos. Por outro lado, os participantes no evento, depois de terminarem determinados jogos interactivos e partilharem as fotografias indicadas, também terão a oportunidade de receber uma lembrança temática. O número de lembranças é limitado, disponível por ordem de chegada, terminando a distribuição quando estas se esgotarem.

Os detalhes do programa do evento podem ser obtidos na página electrónica da DST do Festival de Luz de Macau 2021 (mlf.macaotourism.gov.mo/index_en.html) e através da conta oficial no WeChat.

O “Festival de Luz de Macau 2021 - Viajantes de Marte” é organizado pela DST e co-organizado pelo Instituto para os Assuntos Municipais, Instituto Cultural, Instituto do Desporto, Direcção dos Serviços de Assuntos Marítimos e de Água, Direcção dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico e Centro de Ciência de Macau, contando com a Direcção dos Serviços de Assuntos de Subsistência da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin como entidade de apoio.

Medidas de prevenção epidémica
O Festival de Luz de Macau 2021 irá adoptar uma série de medidas de prevenção pandémica. Será criada área de entrada e saída para aceder ao festival, e haverá controlo do fluxo de multidões. O público deve fazer fila para entrar conforme a situação no local, terá de exibir o Código de Saúde de Macau de cor verde válido, submeter-se à medição da temperatura corporal, manter uma distância social de um metro e usar máscara durante todo o evento. A DST irá acompanhar de perto a situação pandémica, colaborar, de forma activa, com as respectivas orientações emitidas pelos Serviços de Saúde e proceder às medidas relacionadas em tempo oportuno.

A DST organiza o Festival de Luz de Macau desde 2015, sendo esta edição o sétimo ano consecutivo do evento. A DST continuará a aprofundar a integração intersectorial “turismo +”, a reforçar o desenvolvimento interligado da indústria turística e dos sectores relacionados, a promover a diversificação e inovação da indústria turística, enquanto desenvolve activamente a economia de turismo comunitário. No futuro, continuar-se-á a apresentar actividades diversificadas e apelativas, para proporcionar aos visitantes uma experiência turística enriquecedora.

Actualizada: 18/11/2021