Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2021 -05 -18 [Voltar]
Conselho para o Desenvolvimento Turístico realiza primeira reunião plenária de 2021: Reforçar as ligações turísticas e prolongar a estadia em Macau


Primeira reunião plenária de 2021 do CDT

Secretário Lei Wai Nong com os membros do CDT

Membros do CDT manifestam opiniões e sugestões na reunião

O Conselho para o Desenvolvimento Turístico (CDT) realizou hoje (dia 18) a primeira reunião plenária de 2021, presidida pelo Secretário para a Economia e Finanças e Presidente do CDT, Lei Wai Nong. Durante a reunião, vários membros do CDT apresentaram opiniões e sugestões sobre o desenvolvimento da indústria turística de Macau e a recuperação da economia de turismo.

 

Na reunião, o Secretário Lei Wai Nong referiu que, o surto da pandemia da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus trouxe grandes desafios ao Governo da RAEM e à sociedade de Macau, mas com os esforços de todas as partes, a recuperação da indústria do turismo está faseadamente a alcançar resultados. O Secretário agradeceu ao sector pelo forte apoio à acção governativa do Governo da RAEM e pelo esforço e contributos conjuntos na luta contra a pandemia e na dinamização da economia local.

 

Lei Wai Nong disse ainda que, com a promoção do “Plano de alargamento das fontes de cliente, revitalização da economia e garantia do emprego” e do “Plano de garantia do emprego, estabilização da economia e asseguramento da qualidade de vida da população 2021”, a par com o avanço dos trabalhos de vacinação, espera-se que a economia de turismo possa crescer de forma estável.

 

O Secretário salientou ainda que, no futuro, o Governo da RAEM continuará a auscultar as opiniões dos diversos sectores, aprofundando mais sistematicamente a integração intersectorial do “turismo +”, a fim de elevar a competitividade da indústria turística de Macau e impulsionar o desenvolvimento de outras indústrias emergentes. Em simultâneo, continuar-se-á a envidar todos os esforços ao nível dos trabalhos de alargamento de fontes de visitantes, movendo esforços conjuntos para promover o desenvolvimento económico e assegurar o emprego.

 

Lei Wai Nong disse esperar que os operadores turísticos aproveitem este período de férias de Verão para reforçar as ligações turísticas e promover ofertas especiais, para que os visitantes se possam sentir em casa e prolonguem a sua estadia em Macau, de forma a promover a recuperação da indústria turística.

 

Durante a reunião, os subdirectores da Direcção dos Serviços de Turismo (DST), Cheng Wai Tong e Hoi Io Meng, fizeram separadamente apresentações sobre a situação actual e sobre o impulsionamento da recuperação da indústria turística de Macau. De acordo com dados preliminares, durante os primeiros quatro meses do ano, a média diária de visitantes e a taxa média de ocupação hoteleira evidenciaram ambos tendência de crescimento. A média diária dos visitantes por mês em 2021 subiu de 18.000 em Janeiro, para 26.600 em Abril. Ao nível da taxa média de ocupação dos estabelecimentos hoteleiros, depois de registar 41% em Janeiro, em Abril subiu para 60,1% e nos feriados pelo 1 de Maio (de 1 a 5 de Maio) atingiu os 83,2%, num aumento de mais 23,1 pontos percentuais, em relação a Abril. Entre Janeiro e Abril de 2021, os visitantes permaneceram em Macau por um período médio de 1,7 dias (+ 0,2 dias, em termos anuais), tendo os que pernoitaram na cidade permanecido por um período médio de três dias (+ 0,3 dias, em termos anuais).

 

Até finais de Abril, através do “Plano de alargamento das fontes de cliente, revitalização da economia e garantia do emprego”, o Governo da RAEM distribuiu 3,62 milhões de cupões de consumo, aplicando 40,29 milhões de renmimbis, que impulsionaram um dispêndio no valor de 888 milhões de renmimbis. Por outro lado, foram distribuídos 1,96 milhões de cupões de hotéis, que se reflectiram num total de 350.812 noites.

 

No âmbito da promoção da recuperação do turismo, já foram lançados uma série de trabalhos prioritários, incluindo: o programa “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau”, cooperação com plataformas de comércio electrónico, promoção integrada do turismo e do sector de convenções e exposições, promoções de grande escala das “Semanas de Macau”, entre outros. Ao mesmo tempo, de referir ainda os “roteiros turísticos seleccionados” acabados de lançar pela indústria turística, a entrada em funcionamento do Museu do Grande Prémio de Macau, o turismo comunitário, entre outros.

 

Em relação ao trabalho promocional, a DST já organizou este ano uma série de promoções no âmbito das “Semanas de Macau”, em Hangzhou e Nanjing, para promover a imagem de Macau como um destino saudável, seguro e apropriado para visitar, e aumentar a confiança dos visitantes em viajar. No futuro planeia-se continuar a realizar sucessivamente em várias cidades do Interior da China actividades promocionais de grande dimensão semelhantes. Ao mesmo tempo, em conjunto com o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), realizar-se-á, periodicamente, no Interior da China, o “Seminário de Promoção do Turismo, Convenções e Exposições de Macau”, com vista a promover o intercâmbio entre os operadores das indústrias de Macau e do Interior da China e a explorar oportunidades de negócio.


Durante a reunião, vários membros apresentaram as suas opiniões e sugestões, incluindo: relativos a viagens transfronteiriças, excursões de grupos turísticos, turismo de casamentos, medidas complementares de convenções e exposições, utilização de pagamento electrónico pelos visitantes do Interior da China em Macau, atrair visitantes para as zonas comunitárias para beneficiar as pequenas e médias empresas, medidas de incentivo à vacinação, entre outros. O Secretário para a Economia e Finanças agradeceu as valiosas opiniões manifestadas pelos membros participantes na reunião, esperando que continuem a contribuir com opiniões e sugestões para o desenvolvimento da indústria turística de Macau e para promover o desenvolvimento da diversificação adequada da economia de Macau.

 

Estiveram também presentes na reunião: a Chefe do Gabinete do Secretário para a Economia e Finanças, Ku Mei Leng, a Directora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, a par com representantes da Secretaria para a Economia e Finanças, da Secretaria para os Assuntos Sociais e Cultura, da Secretaria para a Segurança, da Secretaria para os Transportes e Obras Públicas, da DST, dos Serviços de Alfândega, do Instituto de Formação Turística, do Instituto Cultural, da Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais, da Direcção dos Serviços de Economia e de Ciência e Tecnologia, do IPIM, do Instituto para os Assuntos Municipais, da Autoridade de Aviação Civil, do Conselho de Consumidores, da indústria turística e sectores relacionados.

Actualizada: 18/05/2021