Home | | Opiniões ou Questões | Contacte-nos | Intranet | Email Login
Font size A | A | A

 Nota de Imprensa Imprimir



2022 -02 -07 [Voltar]
Subida de visitantes e da taxa de ocupação hoteleira em Macau durante a semana dourada do Ano Novo Chinês de 2022


Actividades para receber visitantes na semana dourada do Ano Novo Chinês

Actividades para receber visitantes na semana dourada do Ano Novo Chinês

Actividades para receber visitantes na semana dourada do Ano Novo Chinês

Parada de Celebração do Ano Novo Lunar

Parada de Celebração do Ano Novo Lunar

Espectáculo de fogo-de-artifício anima festividades

Exibição de carros alegóricos

Visitas guiadas mais aprofundadas aos bairros comunitários

Durante os sete dias de feriado da semana dourada do Ano Novo Chinês no Interior da China (decorrida de 31 de Janeiro a 6 de Fevereiro de 2022), de acordo com estatísticas preliminares, Macau recebeu um total de mais 113 mil visitantes e os hotéis registaram uma taxa média de ocupação de 63,8%.

 

Visitantes subiram 25,4% na semana dourada com número diário mais elevado registado no terceiro dia do Ano Novo Lunar

Com a atenuação, antes do Ano Novo Lunar, das restrições mais rigorosas nas medidas de controlo sanitário nos postos fronteiriços de Zhuhai-Macau devido à situação epidémica nas regiões vizinhas no início do ano, aliada às várias actividades alusivas às festividades do Ano Novo Lunar organizadas em Macau, como o desfile do dragão gigante dourado, a parada de carros alegóricos, espectáculos de fogo-de-artifício, entre outras, durante a semana dourada pelo Ano Novo Chinês deste ano, Macau recebeu 113.699 visitantes, registando um aumento de 25,4% em comparação com o período homólogo do ano passado. Sendo que, no terceiro dia do Ano Novo Lunar (3 de Fevereiro), Macau recebeu perto de 22 mil visitantes, naquele que foi o dia com maior número de visitantes durante a semana dourada deste ano.

 

 

Total de entradas

Média diária de visitantes

Taxa de variação da média diária

2021 2022 2021 2022

Total de entradas de visitantes em Macau durante a semana dourada do Ano Novo Chinês

90.631 113.699 12.947 16.242

+25,4%

 

Taxa de ocupação dos estabelecimentos hoteleiros subiu 15,2 pontos percentuais

Conforme dados fornecidos pelos operadores hoteleiros, no período da semana dourada pelo Festival da Primavera, os estabelecimentos hoteleiros (hotéis, hotéis-apartamentos e alojamentos de baixo custo) registaram uma taxa média de ocupação diária na ordem dos 63,8%, marcando uma subida de 15,2 pontos percentuais, em comparação com o mesmo período no ano passado. De acordo com dados até 31 de Janeiro deste ano, Macau conta 44.235 quartos de hotéis e alojamentos de baixo custo.

 

De acordo com os dados fornecidos pelos operadores do sector hoteleiro, a taxa média de ocupação registada pelos hotéis de cinco estrelas foi de 70,3%, uma subida de 19,3 pontos percentuais, dos hotéis de quatro estrelas 53,5%, mais 3,6 pontos percentuais, dos hotéis de três estrelas 59,2%, mais 14,0 pontos percentuais, dos hotéis de duas estrelas 31,6%, mais 9,2 pontos percentuais, dos hotéis-apartamentos 60,0%, numa descida de 6,8 pontos percentuais, e dos alojamentos de baixo custo 44,1%, mais 13,1 pontos percentuais.

 

Estabelecimentos hoteleiros

Taxa de ocupação (%)

Variação (pontos percentuais)

Hotéis 5 estrelas

70,3

+19,3

4 estrelas

53,5

+3,6

3 estrelas

59,2

+14,0

2 estrelas

31,6

+9,2

Hotéis-apartamentos

60,0

-6,8

Alojamentos de baixo custo

44,1

+13,1

 

Preços por quarto dos estabelecimentos hoteleiros

Durante a semana dourada, o preço médio por quarto dos estabelecimentos hoteleiros de Macau (hotéis e alojamentos de baixo custo) foi de cerca de 1.096,0 patacas, registando uma descida de 11,8%. O preço médio por quarto dos hotéis de cinco estrelas foi de cerca de 1.191,0 patacas, menos18,4%, dos hotéis de quatro estrelas cerca de 642,5 patacas, menos 12,4%, dos hotéis de três estrelas cerca de 580,0 patacas, menos 19,5%, dos hotéis de duas estrelas foi de cerca de 189,9 patacas, menos 8,5%, dos hotéis-apartamentos foi de cerca de 4.474.9 patacas, mais 0,2%, e dos alojamentos de baixo custo foi de cerca de 167,5 patacas, igualando o nível anterior.

 

Estabelecimentos hoteleiros

Preço por quarto (Patacas)

Taxa de variação (%)

Hotéis 5 estrelas

1.191,0

-18,4

4 estrelas

642,5

-12,4

3 estrelas

580,0

-19,5

2 estrelas

189,9

-8,5

Hotéis-apartamentos

4.474,9

+0,2

Alojamentos de baixo custo

167,5

--

 

Divulgação de informações de prevenção da pandemia

Durante o período da semana dourada pelo Ano Novo Lunar, a DST prosseguiu com o recurso a vários canais para divulgar aos visitantes informações referentes à pandemia e medidas de prevenção, incluindo mediante a divulgação de orientações de prevenção contra a pandemia na página electrónica da DST, a exibição de informações de prevenção epidémica nos balcões de Informações Turísticas nos postos fronteiriços; o apelo à necessidade da tomada de medidas de prevenção na conta da DST no WeChat e Weibo. Ao mesmo tempo, a DST alertou a indústria turística para seguir as recomendações e orientações emitidas pelos Serviços de Saúde para a prevenção da pneumonia causada pelo novo tipo de coronavírus, de modo a realizar devidamente os trabalhos de prevenção. Os estabelecimentos hoteleiros e associações do sector também continuaram a prestar apoio na disseminação de informações de prevenção contra a pandemia aos visitantes.

 

Durante este período, foram também disponibilizados aos visitantes e residentes serviços de visitas guiadas gratuitas de turismo comunitário em pontos fixos, na Rua dos Ervanários, Largo de Santo Agostinho, Casas da Taipa e Vila de Ká Hó.

 

Trabalho de inspecção

No período da semana dourada pelo Ano Novo Lunar, a DST realizou inspecções aos pontos de atracção turística, postos fronteiriços, diferentes zonas da cidade e à implementação de medidas de prevenção contra a pandemia nos estabelecimentos hoteleiros. Ao mesmo tempo, manteve inspectores em regime de retenção 24 horas, bem como a Linha Aberta para o Turismo, (853) 2833 3000, em funcionamento 24 horas.

 

A DST realizou 77 acções de inspecção nos postos fronteiriços, pontos de atracção turística, e às medidas de prevenção contra a pandemia em estabelecimentos hoteleiros e outros estabelecimentos sob a sua tutela, durante o período de 31 de Janeiro a 6 de Fevereiro. No decorrer das acções, não foi detectada qualquer ilegalidade.

 

Durante este período, a DST recebeu oito pedidos de informação ou queixas de visitantes, relacionadas sobretudo com táxis, compras, cobrança de despesas, entre outras.

 

Prosseguir com trabalho promocional e procurar fontes de visitantes

Tendo como alvo o mercado do Interior da China, será promovido o plano de “alargamento da fonte de visitantes”. Através da cooperação com companhias aéreas, plataformas de comércio electrónico e de turismo online, realizar a oferta de bilhetes de avião, de alojamento em hotéis, entre outros, numa série de ofertas especiais para consumo turístico destinadas aos visitantes do Interior da China, para aumentar a competitividade turística de Macau após a pandemia. Em simultâneo, reforçar-se-á a promoção e a divulgação das ofertas especiais nas plataformas de redes sociais, e planear-se-á vários projectos para atrair os visitantes a Macau após o Ano Novo Chinês. Realizar-se-á ainda uma série de promoções de rua itinerantes em várias cidades da Grande Baía, continuar-se-á a realizar as promoções de rua de grande escala das “Semanas de Macau” e Seminários de Promoção sobre Turismo, Convenções e Exposições de Macau nas cidades do Interior da China com grande fluxo de visitantes, num conjunto de esforços para prosseguir com a divulgação da imagem de Macau como cidade saudável e segura para visitar, almejando recuperar a confiança dos visitantes do Interior da China em voltar a viajar e escolher Macau como destino, reforçando o papel do turismo como impulsionador de outros sectores, e dinamizando a recuperação do mercado turístico de Macau.

Actualizada: 07/02/2022