Direcção dos Serviços de Turismo

 Nota de Imprensa
2009 -09 -04
Plano de Apoio à Indústria Turística a mostrar bons resultados

Os primeiros três meses de implementação do Plano de Apoio ao Desenvolvimento da Indústria Turística, lançado pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST), mostram resultados positivos. Lançado 18 Maio passado para apoiar a indústria turística local numa altura de maiores desafios, o Plano foi actualizado a 1 Agosto, ampliando os estímulos ao sector.

Entre 18 de Maio e 2 de Setembro, foram organizados 10,348 grupos de "Excursões Celebrar Macau" por agências de turismo locais nos mercados alvo de Macau. As excursões incluíram 9,366 grupos que pernoitaram uma noite em Macau e 982 duas noites ou mais, somando um total de 248,238 turistas. O montante de apoio do Plano envolvido foi na ordem dos 16 milhões de patacas.

No mesmo período, um total de 14, 093 turistas individuais beneficiou do serviço gratuito de guias turísticos para visitantes individuais no Centro Histórico de Macau. O serviço, organizado pela DST em conjunto com a Associação de Guia Turístico de Macau, assegura serviços de guias nas Ruínas de S. Paulo e Largo do Senado.

Ao nível do Plano de Estímulo do Turismo de Negócios, lançado pelo Centro de Turismo de Negócios de Macau, no âmbito do Plano de Apoio à Indústria Turística, até à data, um total de 40 eventos beneficiaram do apoio, incluindo 21 reuniões e convenções, nove exposições e dez eventos de turismo de incentivos, num apoio que ultrapassa os 10 milhões de patacas.

O Plano foi lançado numa altura em que Macau sentiu o abalo da recessão económica e o surto do vírus H1N1, referiu o Director da DST, João Manuel Costa Antunes.
"Congratulamo-nos com os resultados positivos que o Plano de Apoio à Indústria Turística está a mostrar desde a implementação," assinalou.

Por outro lado, durante o mês de Agosto, verificou-se um aumento da movimentação de turistas e houve melhoria ao nível de outros indicadores económicos, dando sinais de que estamos numa situação de retoma, indicou Costa Antunes.

Com o gradual estreitar no valor da descida do número de visitantes, a ligeira subida na média do tempo de estadia verificada em Junho, a par com a subida na percentagem do número de turistas que pernoitaram na cidade em Junho e Julho, a DST vai continuar a monitorizar de perto a situação da indústria turística e fazer os ajustamentos necessários ao Plano de Apoio à Indústria Turística, referiu Costa Antunes.

A DST vai continuar a trabalhar com os operadores turísticos locais para expandir o mercado de visitantes, aumentar a competitividade dos produtos turísticos da cidade e elevar a qualidade dos serviços prestados. Com a melhoria do ambiente e económico e da ameaça do surto do vírus H1N1, a indústria turística de Macau está no caminho para recuperar a sua anterior vitalidade.