Direcção dos Serviços de Turismo

 Nota de Imprensa
2020 -01 -31
Macau recebeu 260 mil visitantes durante a semana dourada do Ano Novo Chinês, numa descida de perto de 80 por cento

De acordo com estatísticas preliminares, durante os sete dias de feriado da semana dourada pelo Ano Novo Lunar no Interior da China (24 a 30 de Janeiro), Macau recebeu cerca de 260 mil visitantes (excluindo já trabalhadores não-residentes e estudantes), numa descida de 78,3 por cento, em comparação com a semana dourada do Festival da Primavera do ano passado.

Em resposta ao surto do novo coronavírus, os dias de feriado da semana dourada pelo Ano Novo Lunar no Interior da China foram prolongados até 2 de Fevereiro. As estatísticas preliminares abaixo indicadas são baseadas nos sete dias de feriado da semana dourada pelo Ano Novo Lunar (24 a 30 de Janeiro).

O mercado da Grande China representou 90,1 por cento do número total de visitantes, registando 235 mil de entradas, menos 79,4 por cento, em comparação com igual período no ano passado. Entre os visitantes da Grande China, 149 mil vieram do Interior da China, correspondendo a 57,2 por cento do total dos visitantes, numa diminuição de 83,3 por cento. Os visitantes de Hong Kong totalizaram perto de 76 mil entradas, descendo 66,7 por cento. A região de Taiwan registou 10 mil visitantes, numa descida de 53,5 por cento. Por outro lado, os mercados internacionais verificaram uma descida de 56,2 por cento, em comparação com igual período no ano passado, com perto de 26 mil visitantes.

 

Entradas de visitantes

2019 2020

Taxa de variação

Semana dourada do
Ano Novo Chinês

1.201.912 261.069 -78,3%


O novo coronavírus afectou as deslocações originando uma descida na ordem dos 78,3 por cento do número de visitantes pelo Ano Novo Lunar deste ano. O número de visitantes do Interior da China, principal mercado de visitantes de Macau, desceu mais de 80 por cento. Por outro lado, o número de visitantes de Hong Kong, da região de Taiwan e internacionais diminuiu mais de metade.

Macau conta actualmente um total de 41.148 quartos de hotéis e pensões. De acordo com dados fornecidos pelos operadores hoteleiros, no período da semana dourada, os estabelecimentos hoteleiros (hotéis e pensões) registaram uma taxa média de ocupação diária na ordem dos 52,9 por cento, marcando uma descida de 43,8 pontos percentuais em relação ao mesmo período no ano passado.

Os dados fornecidos pelos operadores do sector hoteleiro mostram que a taxa média de ocupação registada pelos hotéis de cinco estrelas foi de 55,3 por cento, uma descida de 42,3 pontos percentuais, dos hotéis de quatro estrelas 48,3 por cento, menos 46,7 pontos percentuais, dos hotéis de três estrelas 51,7 por cento, menos 46,9 pontos percentuais, dos hotéis de duas estrelas 47,6 por cento, menos 39,6 pontos percentuais, e das pensões 40,6 por cento, numa diminuição de 40,5 pontos percentuais.
 

Estabelecimentos hoteleiros

Taxa de ocupação

Variação em pontos percentuais

5 estrelas 55,3% -42,3
4 estrelas 48,3% -46,7
3 estrelas 51,7% -46,9
2 estrelas 47,6% -39,6

Pensões

40,6% -40,5


Durante a semana dourada, o preço médio por quarto dos estabelecimentos hoteleiros (hotéis e pensões) foi de 2.029,7 patacas, registando uma subida de 5,8 por cento. O preço médio por quarto dos hotéis de cinco estrelas foi de cerca de 2.356,0 patacas, mais 9,4 por cento, dos hotéis de quatro estrelas cerca de 1.514,2 patacas, menos 5,3 por cento, dos hotéis de três estrelas cerca de 1.472,2 patacas, menos 2,6 por cento, dos hotéis de duas estrelas foi de cerca de 999,2 patacas, menos 22,2 por cento, e das pensões foi de cerca de 792,4 patacas, menos 10,0 por cento.

 

Estabelecimentos hoteleiros

Preço por quarto

Taxa de variação

5 estrelas MOP 2.356,0 +9,4%
4 estrelas MOP 1.514,2 -5,3%
3 estrelas MOP 1.472,2 -2,6%
2 estrelas MOP 999,2 -22,2%

Pensões

MOP 792,4 -10,0%

 

Actualizada: 01/02/2020