Direcção dos Serviços de Turismo

 Nota de Imprensa
2021 -06 -23
9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau realiza-se em Julho - Interacção online e offline para explorar oportunidades de negócio


Conferência de imprensa da 9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau

Conferência de imprensa da 9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau

Conferência de imprensa da 9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau

Desenho conceitual do expositor de Macau na Expo de Turismo instalado pela DST

“Pavilhão do Mak Mak” muito bem acolhido no ano passado volta este ano

Infografia da 9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau

Infografia da 9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau

Infografia da 9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau

Infografia da 9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau

Com apoio do Ministério da Cultura e Turismo da República Popular da China, a organização da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) e a coordenação da Associação das Agências de Viagens de Macau, a 9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau terá lugar entre os dias 9 e 11 de Julho, nos Halls A e B da Cotai Expo, no Venetian Macao. Esta edição da Expo de Turismo combina, mais uma vez, uma série de iniciativas “em nuvem” com a exposição física, apresentando cinco destaques, procurando contribuir para a promoção do intercâmbio e da cooperação entre os operadores turísticos e sectores relacionados, e exploração conjunta de oportunidades de negócio.

 

A DST, em conjunto com a Associação das Agências de Viagens de Macau, realizou hoje (dia 23) uma conferência de imprensa para apresentar o programa do evento deste ano. A directora da DST, Maria Helena de Senna Fernandes, o subdirector da DST, Ricky Hoi, e o presidente da Associação das Agências de Viagens de Macau, Alex Lao, entre outros, estiveram presentes no encontro com a imprensa.

 

Num discurso na ocasião, a directora da DST referiu que, este ano, a Expo de Turismo volta a combinar uma série de iniciativas “em nuvem” com a exposição presencial, ligando Macau aos operadores turísticos e sectores relacionados de diferentes partes do mundo, procurando potenciar as vantagens únicas de Macau. Ao mesmo tempo, foram adicionados novos elementos e reforçado o intercâmbio interactivo do certame, que apresenta cinco pontos de destaque, num contributo para a recuperação e revitalização do turismo de Macau. Esta edição da Expo de Turismo continua a promover a integração entre o turismo e os sectores das convenções e exposições, comércio electrónico, gastronomia, indústrias culturais e criativas, entre outros, na expectativa de que o turismo e os sectores relacionados possam encontrar mais oportunidades de intercâmbio e cooperação, em articulação com o objectivo de aprofundamento da integração intersectorial do “turismo +” do Governo da RAEM.

 

Serviços online e offline para exploração conjunta de oportunidades de negócio

O recinto da 9.ª Expo de Turismo, que integrará exposição online com offline e trará cinco destaques, ocupará uma área de cerca de 23.000 metros quadrados e contará com cerca de 710 stands. Até 22 de Junho, contavam-se um total de 365 expositores, incluindo 99 de Macau, 243 do Interior da China e 23 internacionais, a par com 363 compradores, incluindo 205 compradores convidados do Interior da China e 158 compradores online provenientes de todo o mundo.

 

1. Reforçar as iniciativas “Em nuvem”, integrar exposições online e offline

Optimização do sistema de marcação prévia, aumentando o período de “Bolsas de contacto em nuvem” de 2 para 14 dias, com vista a proporcionar mais tempo para o intercâmbio entre os expositores e os compradores; os expositores que chegarem a acordos ou intenções de cooperação celebrarão “Assinatura de contractos em nuvem” com os compradores, aprofundando, desta forma, o papel da Expo de Turismo como plataforma de negócios. Através da “Promoção em nuvem”, ligar a indústria turística global, realizar apresentações online ao vivo no local para apresentar os recursos turísticos do destino e interagir com o público. Ao mesmo tempo, transmissões em directo na página electrónica da Expo de Turismo; promoções e publicidade de produtos e marcas online através de “Transmissões ao vivo em nuvem”, permitindo a famosos influenciadores digitais do Interior da China e de Macau vender produtos nas plataformas de comércio electrónico mais conhecidas, apoiando o marketing online.

 

2. Expandir a escala da “Rua de Macau”, impulsionar a economia turística local

Registou-se um aumento de mais de 10% no número de expositores na “Rua de Macau” em comparação com a edição anterior. Os expositores venderão no local as excursões dos “Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau”, produtos de experiências em hotéis, roteiros turísticos seleccionados e diversos produtos turísticos com desconto. O sector hoteleiro de Macau acolhe pela primeira vez um expositor especial de grande dimensão para promover os seus produtos e serviços. Por outro lado, os expositores das empresas de turismo das cidades da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau reuniram-se com as agências de viagem de Macau antes da realização da exposição, para criar produtos turísticos multi-destinos e atrair os compradores a adquirir itinerários turísticos de “Macau+” a Grande Baía.

 

3. Promover a herança, inovação e intercâmbio gastronómico através de demonstrações culinárias de Cidades Criativas de Gastronomia

Será instalada uma área de demonstrações culinárias de Cidade Criativas de Gastronomia, convidando famosos chefes de Chengdu, Shunde, Macau e Yangzhou para fazer demonstrações culinárias, apresentações e interagir com o público, continuando a haver um “Pavilhão de Gastronomia”, onde as empresas do sector da restauração de Macau trarão as várias especialidades gastronómicas da cidade e promoverão o cartão de visita de Macau enquanto Cidade Criativa da UNESCO em Gastronomia.

 

4. Integrar o “turismo + indústrias culturais e criativas”, promover o desenvolvimento da indústria do turismo cultural

A zona das “Lojas Culturais e Criativas” permitirá às empresas culturais e criativas de Macau mostrar os seus produtos de design criativo. O “Pavilhão do Mak Mak” erguido no ano passado também volta este ano. Empresas locais de indústrias culturais e criativas promoverão e venderão no local produtos turísticos com o tema da mascote do turismo “Mak Mak”, aprofundando a integração instersectorial de “turismo + indústrias culturais e criativas”, ao mesmo tempo será realizado o sorteio “Mak Mak leva-o a viajar Macau”.

 

5. Promover as “Lojas com características próprias”, melhorar a imagem das marcas

A Expo de Turismo continuará a ter a zona de “Lojas com Características Próprias”, contando com a participação de cerca de 20 lojas com características, trazidas pela Direcção dos Serviços de Economia e Desenvolvimento Tecnológico. Os tipos de estabelecimentos típicos incluem comidas e bebidas, pastelarias, lembranças, venda a retalho, artesanato, entre outros, permitindo ao público conhecer as histórias da continuidade ao longo dos tempos de produtos, serviços e técnicas das “Lojas com Características Próprias”.

 

Além disso, durante o período da Expo de Turismo, serão realizados perto de 40 seminários e reuniões, bem como mais de 10 sessões temáticas de promoção turística. Por outro lado, a Expo de Turismo conta com uma zona de exposição de turismo inteligente, onde através de demonstrações no local plataformas de comércio electrónico permitirão ao público conhecer e experienciar os projectos e serviços do turismo inteligente, incluindo expositores do Mapa Gaode, do Hotel Flyzoo e da Alibaba Cloud subordinados ao Grupo Alibaba, que abrangem aplicações para uso de visitantes antes, durante e depois das suas experiências de viagem.

 

A Expo de Turismo será inaugurada no dia 9 de Julho. No mesmo dia será também realizada a cerimónia de lançamento duma loja de referência oficial que a DST criará na aplicação oficial da Ctrip, e será realizado um workshop sobre técnicas de plataforma de comércio electrónico do Trip.com. Por outro lado, a cerimónia de lançamento do “Plano de incubação para líderes de opinião de viagens de Macau”, organizado pela DST e co-organizado pela Associação de Transmissão Directa de Macau, cujas inscrições irão começar amanhã (24 de Junho), também se realizará durante a Expo de Turismo, com o objectivo de incentivar os residentes de Macau e o sector turístico a utilizarem as redes sociais para promover a imagem turística diversificada de Macau.

 

Medidas de prevenção da pandemia, marcação online para espaçar entradas

A 9.ª Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau terá lugar entre 9 e 11 de Julho, nos Halls A e B da Cotai Expo, no Venetian Macao, com entrada gratuita para o público. Para esta edição da Expo de Turismo foram adoptadas uma série de medidas de prevenção, como a adopção dum mecanismo de gestão de fluxo de pessoas com uma única porta de acesso ao recinto no Hall A, e saída pelo Hall B, a exibição à entrada do código de saúde de Macau, medição de temperatura corporal, uso de máscara e manutenção de distanciamento de um metro, a par com protocolos de esterilização, de entrada no recinto em altura de menos afluência, para a zona de refeições do público, entre outras. A Expo de Turismo continuará a usar o sistema de marcação prévia destinado ao público para implementar requisitos de “limitação, pré-marcação e espaçamento” de entradas. O sistema de marcação prévia já está em funcionamento, podendo o público fazer a marcação prévia através da página electrónica da Expo de Turismo (www.mitexpo.mo). O público sem marcação prévia, poderá aguardar vez em fila de espera para entrar, de acordo com a situação no local. Aqueles que se inscreverem previamente para entrar poderão obter um mapa de “check in”, para um passatempo em que basta encontrar decorações especiais nos pavilhões indicados e fazer o registo no local, para poder ganhar uma lembrança.

 

Durante a Expo de Turismo haverá quatro carreiras de ligação de autocarro grátis entre Macau, Taipa e o local do evento, também será disponibilizado estacionamento grátis nos Halls D e E da Cotai Expo, do Venetian Macao.

 

A 9.ª Expo de Turismo conta com o apoio do Ministério da Cultura e Turismo da RPC, a organização da DST e a coordenação da Associação das Agências de Viagens de Macau. As entidades co-organizadoras do evento incluíem o Instituto Cultural, o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau, a Associação Comercial de Macau, a União Geral das Associações dos Moradores de Macau, a Federação das Associações dos Operários de Macau, a Associação Geral das Mulheres de Macau, a Associação Geral dos Chineses Ultramarinos de Macau, a Associação das Agências de Turismo de Macau, a Associação de Indústria Turística de Macau e a Associação de Hotéis de Macau.

 

Mais informações estão disponíveis na página electrónica da Expo Internacional de Turismo (Indústria) de Macau (www.mitexpo.mo), e nas contas oficiais no WeChat e no Facebook.

Actualizada: 23/06/2021